Cristianismo é sempre moderno e na moda

O Cristianismo, a maior religião do mundo, é a religião de Jesus Cristo de Nazaré. Ela sempre foi e é

O Cristianismo, a maior religião do mundo, é a religião de Jesus Cristo de Nazaré. Ela sempre foi e é moderna e na moda. Nunca envelhece. Mexe com todo o mundo. Por quê?

A resposta é curta.

O Cristianismo  é a religião do amor.

A nossa experiência humana nos ensina que todo o ser humano normal quer amar e ser amado. Toda a nossa vida humana gira ao redor de amor. Sem amor a nossa vida é vazia, sem rumo, sem sentido e sujeita a tentação de suicídio. Canções, filmes e romances que falam de amor são mais procurados, lidos e olhados. O principal critério de escolha de alguém para casar-se com ele(ela) é o amor. Valorizamos a família por causa do amor familiar.

Nós somos criados e criadas por Deus para amar e ser amados(as). Sem amar alguém e ser amado(a) por alguém a vida perde a graça.

A religião que criou Filho de Deus, Jesus Cristo, o cristianismo, é a religião do amor.

Como sabemos que a religião de Jesus Cristo é a religião do amor?

Vamos procurar a resposta na Sagrada Escritura.

Quando alguém perguntou a Jesus Cristo: Mestre, qual é o maior mandamento da Lei? Ele respondeu: ‘Amarás o Senhor, teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todo o teu entendimento!  Esse é o maior e o primeiro mandamento.  Ora, o segundo lhe é semelhante: ‘Amarás teu próximo como a ti mesmo’. Toda a Lei e os Profetas dependem desses dois mandamentos. (Mt.22.36-40)

A prova deste amor é a morte de Jesus na cruz pela humanidade. Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo.3, 16)

Na religião de Jesus Cristo, o amor de Deus é ligado inseparavelmente com o amor do próximo. Este amor do próximo deve ser tão grande, que se estende aos inimigos: Eu, porém, vos digo: amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos maltratam e perseguem. (Mt 5, 44)

Portanto é bom lembrar, que, quando passamos por tristes problemas de vários tipos, saibamos que, mesmo que ninguém aqui na terra nos ama, Jesus Cristo, Filho de Deus, nos ama.

E este amor divino não existe só aqui na terra, ele se prolongará para toda a eternidade.  É como está escrito: Coisas que os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem o coração humano imaginou, tais são os bens que Deus tem preparado para aqueles que o amam. (1Cor.2.9)

Que promessa maravilhosa! Vale pena esperá-la praticando a Religião do Amor de Jesus Cristo.

Abraços do pe Vieslau

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail