Sal e Luz

Vendo as multidões, Jesus subiu à montanha e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, e ele começou a ensinar. (Mt.5.1-2) A principal

Vendo as multidões, Jesus subiu à montanha e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, e ele começou a ensinar. (Mt.5.1-2)

A principal missão de Jesus Cristo foi pregar o Evangelho da Salvação Eterna.

As multidões se reuniam ao redor de Jesus Cristo para escutar os ensinamentos dele. E Ele fez um discurso comprometendo em primeiro lugar os discípulos a colaborar com Ele. Aquilo que Ele ensina, os discípulos deveriam espalhar pelo mundo inteiro. E Jesus Cristo faz bonitas comparações. Diante das multidões deu uma grande importância aos seus discípulos. Eles enviados por Ele e em nome dele vão continuar a pregar o Evangelho da Salvação Eterna. Chama os de o sal da terra e a luz do mundo.

Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal perde seu sabor, com que se salgará? Não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e pisado pelas pessoas.  Vós sóis a luz do mundo. Uma cidade construída sobre a montanha não fica escondida.  Não se acende uma lâmpada para colocá-la debaixo de uma caixa, mas sim no candelabro, onde ela brilha para todos os que estão em casa. Assim também brilhe a vossa luz diante das pessoas, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus. (Mt.5.13-16)

Jesus Cristo sozinho não vai conseguir converter o mundo e salvar as almas. Ele precisa de ajudantes. Como Jesus Cristo imagina esta ajuda? Pela pregação? Não! Jesus Cristo compara os ensinamentos dele ao sal e à luz. Ele quer que todos os discípulos dele apliquem na prática os seus ensinamentos. Apesar das perseguições eles tem que mostrar com coragem ao mundo um novo estilo da vida, aquele que Ele está ensinando.  Estes ensinamentos dele mudarão o mundo para melhor, como o sal melhora a comida, como a luz melhora a visão.  O sal é indispensável para temperar a comida, mas o sal perde o valor, por exemplo misturada com sujeira, não serve para uso. A luz é indispensável para que a pessoa possa se movimentar. Sem ela a pessoa erra caminho e fica perdida.

Vamos agora perguntar o que significam o sal e a luz? Eles significam os ensinamentos de Jesus Cristo. Eles se resumem nesta declaração solene de Jesus Cristo: Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois os meus discípulos: se vos amardes uns aos outros. (Jo.13.34-35) Esta é a grandeza dos ensinamentos de Jesus Cristo, o amor fraterno. Ele quer que o amor fraterno modifique o mundo. A consequência deste amor é uma maravilha. É a morada de Deus no nosso coração:  Se alguém me ama, guardará a minha palavra; meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada. (Jo.14.23)    

Jesus Cristo faz um destaque, que sem abraçar os ensinamentos dele o mundo não vai  se dar bem, como comida sem o sal ou o quarto sem a luz.   Para isso acontecer precisamos, como Jesus Cristo nos incentiva, de ter coragem, não ter medo pregar e praticar os ensinamentos dele, o amor fraternal.

Ó, Bom Jesus! Conte comigo! Eu quero abertamente falar e praticar os seus ensinamentos. Quero ser o sal e a luz para o mudo de hoje. Quero mostrar que a felicidade só se consegue no amor fraterno.  Amém.    

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail