Coisas de humorista

Millôr Fernandes (1923-2012) foi o pensador mais genial que o Brasil já produziu. Copiamos algumas de suas frases, algumas um

Millôr Fernandes (1923-2012) foi o pensador mais genial que o Brasil já produziu. Copiamos algumas de suas frases, algumas um pouco bizarras:

1º Auto de fé

O sujeito que me fará acreditar na imortalidade da alma ainda está para ressuscitar.

2º O ateísmo é uma espécie de religião em que ninguém acredita.

3º Sabemos que você, aí de cima, não tem mais como evitar o nascimento e a morte. Mas não pode, pelo menos, melhorar um pouco o intervalo?

4º mor

Amor não é coisa para amador

Só os imbecis acham que o sexo é um ato físico.

De todas as taras sexuais, não existe nenhuma mais estranha do que a abstinência.

Arranje um amor novo enquanto ainda estiver usando o velho.

5º Casamento

“Meu bem” é o nome solteiro de marido.

O preço da badalação é a eterna solidão. A felicidade conjugal é extremamente difícil. Mas, quando existe, é extra-conjugal.

6º Mulheres

O melhor movimento feminino ainda é o dos quadris

Para conseguir vencer, uma mulher bonita tem que lutar muito. Ou não lutar nada

Anatomia é essa coisa que os homens também tem, mas nas mulheres fica muito melhor.

Uma mulher nunca é tão bela quanto já foi.

A beleza é a inteligência à flor da pele.

7º O Estado da Nação

No momento em que aumentam nossas descobertas arqueológicas, fica evidente que o Brasil têm um enorme passado pela frente. Ou um enorme futuro por detrás, se preferem.

Brasil, um país condenado à esperança.

Afinal o Brasil é os Estado Unidos onde eu vivo. Nosso executivos governamentais se dividem entre os que são capazes de tudo e os que são incapazes de tudo. Brasília é o desnecessário tornado irreversível. O tempo não existe. Só existe a passar do tempo.

8º Política e Ética

A diferença fundamental entre direita e esquerda é que a direita acredita cegamente em tudo que lhe ensinaram, e a esquerda acredita em tudo que ensina.

Se você perguntar a qualquer cidadão de uma ditadura o que acha de seu país, ele responde:  “Não posso me queixar.”

Ecologia: uma esquerda conservadora. Me arrancaram tudo à força, e depois me chamam de contribuinte. Acabar com a corrupção é o objetivo supremo de quem ainda não chegou ao poder.

9º Eu, o humorista

Fiquem tranquilos os poderosos que têm medo de nós: nenhum humorista atira para matar. Só no dia em que começaram a pagar bem pelo que eu escrevia comecei a acreditar que era rico de ideias. Bem, rico não, remediado de ideias.

De uma coisa estou certo: sou bem pior do que os melhores – mas um pouquinho melhor do que os piores. Creio que  a terra é chata. Procuro em vão não sê-lo.

Nunca ninguém me ensinou a pensar, a escrever ou a desenhar, coisa que se percebe facilmente examinando qualquer dos meus trabalhos.

Sou um humorista nato. Muita gente, eu sei, preferiria que eu fosse um humorista morto, mas isso virá o seu tempo. Eles não perdem por esperar.