SER HUMANO FELIZ

Segundo Pedro Calabrez, o ser humano não tem somente um eu e sim dois, ou ‘’eu experiencial e o ‘’eu

Segundo Pedro Calabrez, o ser humano não tem somente um eu e sim dois, ou ‘’eu experiencial e o ‘’eu projetivo’’. O eu experiencial é o que vive o instante, o momento presente. O eu projetivo é aquele que sai do homem, do momento presente e fica olhando para trás e para frente, para o passado e para o futuro. Esses eus paradoxos têm uma percepção diferente do que pode ser a felicidade. O que torna um desse ‘’eus’’ alegre, não necessariamente torna alegre o outro, o que é o que deixa o eu projetivo alegre, aquele que olha para o futuro? Seriam os objetivos, as metas, as conquistas e também olhar a história do passado e enxergar nela algum valor, alguma satisfação.

EU PROJETIVO

A sociedade atual é muita boa para garantir felicidade ao eu projetivo, pois desde que nascemos, colocam objetivos nas nossas cabeças para serem conquistados como entrar na escola, na faculdade, conseguir um estágio, um emprego bom, ter um alto salário, conseguir uma família, ter filhos ficar rico e por aí vai. Nesse contexto está errado dizer que o dinheiro não traz felicidade, que as conquistas não trazem felicidade, porém elas trazem felicidade somente para um pedaço do que a gente é que é esse eu projetivo, agora quando a gente vem para esse eu experiencial’’, esse eu, que vive o agora, o instante, a coisa fica um pouco diferente, o que torna feliz esse eu experiencial do momento presente, é saborear aquele momento, aquilo que está acontecendo enquanto está acontecendo, porém a sociedade em que estamos vivendo é perita para nos dizer que não é para viver o agora e sim que devemos olhar para o futuro para possíveis conquistas.

FASES DA VIDA

Não é a toa que todos os estudos que acompanham as pessoas ao longo da vida desde os 18 anos até a morte, eles mostram que felicidade consiste numa curva em U, ou seja, quando você tem 18 anos essa curva está lá no alto e você é feliz, e ela vai diminuindo, diminuindo até chegar no ponto mais baixo da curvatura quando você atinge os 40 ou 50 anos e ela volta a subir e normalmente a pessoa idosa é muito mais feliz que uma pessoa de 50 anos. Então a famosa crise da meia idade existe? Existe porque nós tendemos a colocar todas as nossas fichas e energias nesse eu projetivo e por tanto a pessoa acha que será feliz quando conquistar algo conhecido como troféu simbólico da vida.

CURVA EM ‘’U’’

É muito interessante perceber que a curva em ‘’U’’ da felicidade se deve ao fato de quando você conquistar a faculdade, o emprego, quando você ganhou dinheiro, a família e lá pelos seus 45 anos de idade, você acha que já conquistou tudo o que queria e olha pra o futuro e não encontra mais novidades, aí o homem entra numa certa crise depressiva, e por que essa curva começa subir de novo quando chega aos 60 anos? Porque a partir de aí a pessoa vai começar a desfrutar tudo aquilo que tem e que conquistou. Ser feliz talvez seja encontrar o equilíbrio entre esses dois ‘’eus’’ e a única coisa comprovada cientificamente que consegue equilibrar esses dois ‘’eus’’ é a qualidade das nossas relações, as pessoas podem ser o céu e o inferno das nossas vidas. As pessoas que vivem uma relação equilibrada tendem ser as mais felizes. Por isso aproveite o seu instante, o seu agora e não fique esperando demais pelo futuro e pelo troféu da vida chegar. Não é proibido ter objetivos e vencer desafios, mas o importante é colocar a cabeça no travesseiro e saborear o seu momento real para que você consiga chegar lá e nunca perca seu presente por um passado que já não tem futuro.

A MINHA CANETA ANOTOU

O abraço ao vereador e radialista João Ayres. Os bons preços da Movelar I e II da família Guerra, tudo em eletro-móveis. As boas ofertas da Comercial Virmond na área de materiais construção. A liderança na área farmacêutica do Marquinho com a sua farmácia indo de vento em popa e com os preços lá embaixo. O abraço ao professor Valentin Andreetta que sempre prestigia este espaço. As boas ofertas na rede de super mercados Rede Lar de supermercados. A humildade, o bom atendimento e o profissionalismo do médico Inocêncio Abreu da clínica Pró- Vida. Laboratório de análises clínicas Modelo sempre cuidando com muita qualidade da sua saúde com os mais modernos equipamentos. Méritos da Salete e o bioquímico Toninho Pavan, assim como de toda a equipe. O melhor da área da informática você encontra na Microlan informática do Luciano Polônio e da esposa Vanessa.