UFFS estabelece sub plano de retorno gradual das atividades suspensas

A documentação institui as medidas adotadas para o retorno das atividades acadêmicas, em formato presencial ou não presencial

O Conselho de Campus da Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Laranjeiras do Sul – (UFFS) estabeleceu, através da Resolução Nº 14/CONSCLS/UFFS/2020, o Subplano de Retorno Gradual das Atividades Acadêmicas Suspensas, no âmbito do Campus Laranjeiras do Sul, para o período de emergência de saúde frente à pandemia da Covid-19.


Sub plano

O Sub plano institui as medidas adotadas no âmbito do Campus para o retorno das atividades acadêmicas, em formato presencial ou não presencial, mediante observância das medidas estabelecidas no Protocolo Institucional de Biossegurança.

O documento informa que o Campus adotou, inicialmente, conforme o Apêndice I da Resolução Nº 35/CONSUNI/UFFS/2020, o nível de segurança operacional 5 (NSO), que deve ser atualizado semanalmente para estudo das necessidades e dificuldades, a fim de planejar e organizar rotinas de retorno às atividades presenciais, pós pandemia da Covid-19, conforme Resolução Nº 9/CONSCLS/UFFS/2020, e considerando decretos e diretrizes institucionais, municipais, estaduais e nacionais. Até o momento, o Campus permanece com o NSO 5.

Segundo o presidente do Conselho de Campus Laranjeiras do Sul, professor Martinho Machado Júnior, enquanto perdurar a crise de saúde pública ocasionada pela Covid-19, ficam suspensas todas as aulas presenciais teóricas e práticas dos componentes curriculares (CCRs) dos cursos de graduação e de pós-graduação do Campus.

“As medidas dispostas na Resolução têm caráter transitório e sua vigência está vinculada à situação de excepcionalidade imposta pela crise de saúde pública ocasionada pela Covid-19”, explica.

Atividades

A retomada das atividades de ensino no âmbito da graduação e da pós-graduação ocorrerá, somente por meio do uso de recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios para a ministração e desenvolvimento remoto ou de estudo dirigido da carga horária de aulas teóricas em CCRs dos Cursos de Graduação e de Pós-Graduação, mesmo que não previsto no Projeto Pedagógico do Curso.

Segundo Martinho, a carga horária realizada por meios remotos, conforme caput, poderá ser desenvolvida da seguinte forma:

– Atividades síncronas – aquelas em que as atividades relacionadas à ministração e ao desenvolvimento da carga horária do CCR são realizadas por meio de ferramentas de comunicação virtual, em tempo real, que conferem interação entre professores e estudantes;

– Atividades assíncronas – aquelas em que as atividades relacionadas ao desenvolvimento da carga horária do CCR caracterizam-se pela não concomitância entre as tarefas realizadas pelos professores e as realizadas pelos estudantes;

-Atividades on-line que contemplem o desenvolvimento de grupos de estudos em atividades de ensino dos cursos de Graduação e de Pós-Graduação;

– Atividades de estudo dirigido desenvolvidos a partir de materiais didáticos impressos, que não se aplica a possibilidade do uso de recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios para a ministração e desenvolvimento remoto da carga horária de aulas teóricas em CCRs dos cursos de graduação.

Ações complementares

 Na semana anterior ao retorno das atividades letivas, a UFFS oferecerá formação pedagógica aos estudantes matriculados nos CCRs, bem como monitores, de modo a apresentar as tecnologias que serão utilizadas nas atividades acadêmicas não presenciais.

“A Direção de Campus, em conjunto com a Coordenação Acadêmica e as Coordenações de Curso, contando com o apoio de outros setores administrativos, ficarão responsáveis por organizar a comissão de acolhimento aos estudantes com vistas a ofertar ações com foco na saúde mental e emocional, bem como realizar acompanhamento pedagógico das atividades relativas ao semestre especial 2020.1”, afirma o Presidente.

Os estudantes portadores de deficiência terão acesso a recursos físicos e acompanhamento especializado para o desenvolvimento das atividades remotas, em consonância com a Política Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência.

Livros, materiais impressos e/ou equipamentos serão disponibilizados aos estudantes, conforme necessidade, sob orientação e indicação das coordenações de curso aos setores responsáveis conforme fluxo estabelecido no fórum de coordenadores de curso.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail