Federação não permite que o Quedas jogue a Série Prata

Decisão contraria outras já tomadas pela entidade em anos anteriores

A Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS) não permitiu que o Quedas retorne ao Campeonato Paranaense direto na Série Prata. O prazo de inscrição no estadual terminou no dia 19 de fevereiro, mas a entidade fez suspense e só divulgou os integrantes do certame nesta quinta-feira (25).

Na terça (23), o Correio publicou um levantamento apontando as prováveis equipes, incluindo o Quedas. A intenção de participar da segundona foi manifestada ainda em dezembro, pelo presidente do clube, Emerson Lopes. No fim de janeiro, o dirigente enviou à FPFS os documentos e a inscrição no campeonato e, à pedido, também na Série Bronze. Dando como certa a incursão na segundona, montou elenco e comissão técnica

“Me enrolaram”


Emerson Lopes conversou com a reportagem e disse que foi informado na manhã de quinta, através de um ofício, da negativa. “Me enrolaram. Me disseram que a participação do Quedas na Prata dependeria da avaliação de uma reunião interna, não citaram que dependeria da avaliação dos outros clubes, por exemplo”, lamentou.
Enérgico diante da informação que caiu como uma bomba no clube, Emerson disse que pretende disputar a Série Bronze, mas que terá de explicar aos patrocinadores e torcer pela compreensão deles. “Fizemos um amistoso contra o Marechal, no sábado (20), sem a arbitragem da Federação. Eu não sabia dos parâmetros legais, de que não se poderia fazê-lo dessa forma. Tive que escrever um ofício pedindo desculpas à Federação e acho que isso pode ter influenciado nessa decisão de não nos permitir jogar a Prata”.

O ofício da Federação

Confira a seguir, na íntegra, o ofício assinado pelo presidente da FPFS, Jesuel Laureano de Souza, informando a decisão ao Quedas:

“A Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS), através de seu Presidente, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo Estatuto da Entidade, bem como pela Legislação Cível e Desportiva, aliada ao contido no Regulamento Geral das Competições, vem INFORMAR E ESCLARECER:
CONSIDERANDO o contido no Ofício 005/2020 onde a Associação Quedense de Futsal inscrita no CNPJ 05.536.526/0001-04 do município de Quedas do Iguaçu, onde solicita a essa entidade a participação no Campeonato Paranaense Serie Prata do ano de 2021. CONSIDERANDO o fato de a associação não ter participado do Campeonato Paranaense Serie Bronze no ano de 2020, competição esta que teve a participação de 18 equipes do estado do Paraná.
CONSIDERANDO o que estabelece a Legislação Desportiva acerca da classificação para as competições se darem exclusivamente por critério técnico.
CONSIDERANDO o fato de que esta Entidade de Administração da modalidade tem a prerrogativa de organizar e gerir suas competições com liberdade, no entanto precisa agir dentro da legalidade e da isonomia entre todos os filiados. DIANTE das premissas acima indicadas, esta Entidade Regional de Administração do Desporto, INFORMA QUE:
1) Sua solicitação foi INDEFERIDA, permanecendo a Associação Quedense de Futsal devidamente inscrita e habilitada para jogar o Campeonato Paranaense Serie Bronze 2021, competição esta que qualificará os 4 (quatro) primeiros colocados a disputar a Série Prata em 2022.

Sem mais para o momento, subscrevemo-nos”.

Decisão controversa?

A decisão tomada pela FPFS contraria outras já outorgadas por ela em casos semelhantes. Em outras situações, não houve empecilho para que uma equipe pulasse a Série Bronze. Lembre de alguns exemplos:

Fundado em 2010, o Pato iniciou sua caminhada em 2011, já na Série Prata. Depois de um período de inatividade, a equipe retornou às competições em 2016 e também não precisou jogar a Série Bronze.
Mesmo caso do São Miguel, quando ficou entre 2011 e 2017 sem disputar competições e foi inserido na segunda divisão de 2018. Há também o Coritiba, que conseguiu o mesmo feito em 2015 e do São José dos Pinhais, em 2013.
A épica equipe que representou Quedas durante três anos (2011 a 2013) na Série Ouro não precisou integrar a terceirona no primeiro ano de atividades, em 2005.

FPFS

O Correio procurou a FPFS para que relatasse a sua versão dos fatos. A entidade se pronunciou na tarde desta quinta-feira, através do superintendente Luís Henrique Antoniecz. Clique aqui para ler.

Diante disso, a Série Prata do Paranaense de Futsal vai contar com 10 integrantes: Apaf, Apucarana, CAD, Fazenda, Mangueirinha, Mariópolis, Medianeira, São Lucas, São Miguel e Seleto de Maringá.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail