Responsivo

Correio do Povo comemora mais de três décadas levando informações de confiança e credibilidade

“Nos orgulhamos de estar atentos à inovação. Somos publicadores oficiais do Google, sempre exaltando e defendendo as bandeiras da Cantu”, destaca Joice Fabrício

O Jornal Correio do Povo do Paraná comemora hoje (21) seu 32° ano de circulação. Com a missão de oferecer informação atual, interessante e fidedigna com serviços de qualidade e que contribuam para o desenvolvimento, o grupo é referência em comunicação, agilidade e serviços na região da Cantuquiriguaçu.

Um pouco da nossa história

Tudo começou quando o proprietário do jornal ‘O Paraná’ de Cascavel, Emir Sfair, resolveu montar um semanário em Guaraniaçu. Ele e sua equipe, Marlise Bernardo e Ademir de Bortolli, realizaram a primeira e única edição deste grupo que circulou no dia 21 de setembro de 1991.

A partir da segunda, Ademir Padilha Fagundes e Jair Pereira tornaram-se sócios. Em 1994, Jean Patterno juntou-se ao grupo como sócio, permanecendo até o final de 1995.

Nesse meio tempo, o jornal era semanário, já circulando como Jornal Correio da Cantuquiriguaçu. Teve diversos formatos (variações do tabloide) e se consolidou como o grande jornal do médio e Centro-Oeste.

Em 1996, Joice Fabrício e Ademir Fagundes compraram a parte dos outros sócios e se mudaram para Laranjeiras do Sul. Surgia assim a Gráfica e Editora Cantu Ltda., razão social do Jornal Correio do Povo do Paraná.

Com um projeto gráfico, editorial e comercial traçado, o jornal gradativamente ganhou mercado, ampliando sua tiragem e periodicidade. Com metas arrojadas e uma equipe afinada com seus objetivos, busca se consolidar como porta-voz dos anseios e aspirações da sua gente.

Diretores e equipe comemoram juntos

De acordo com a diretora executiva do jornal, Joice Fabrício, nestes 32 anos é um orgulho fazer parte da história dos municípios e ser o principal veículo de notícias da região. “Nos orgulhamos de estar atentos à inovação. Além do impresso temos nosso portal que é um Publicador Oficial do Google com o projeto ‘Google Notícias’ e alçamos liderança nos veículos online, sempre exaltando e defendendo as bandeiras da Cantu”, destaca Joice.

O diretor de conteúdo, Ademir Padilha Fagundes, lembra o quão difícil foi chegar até aqui e quantos obstáculos foram enfrentados para produzir cada edição. “No início não tínhamos as facilidades de hoje. Nossa edição era semanal e precisávamos fazer as matérias pessoalmente sem a ajuda da internet”, relembra.

“Precisamos agradecer, primeiramente, nossos leitores que são a razão do nosso trabalho existir e circular até hoje. E aos nossos colaboradores que se esforçam para que a edição seja entregue diariamente e com qualidade”, diz Ademir.

Segundo a diretora adjunta, Fabiana Fabrício, que trabalha há mais de 22 anos no jornal, é um orgulho fazer parte da empresa todos esses anos. “Espero que possamos continuar fazendo o melhor para nossos leitores, assinantes, anunciantes, e a todos que nos ajudaram a chegar à essa data tão promissora. Grata ao Grupo Correio”, enfatiza Fabiana.

Para a secretária Ruth Penteado, na equipe há mais de um ano, é gratificante trabalhar no grupo.

“No Jornal Correio, além de trabalhar, tenho a oportunidade de crescer, pois a empresa investe na formação e aperfeiçoamento de seus funcionários. Aqui sou inspirada, pessoal e profissionalmente a ser cada vez melhor”, destaca Ruth.

Desafios

Nos anos 90, as matérias digitadas eram enviadas de ônibus para Cascavel onde eram feitas a diagramação e arte final. Naquele tempo não existiam computadores e o jornal era redigitado por uma máquina de escrever que funcionava como uma máquina fotográfica. “O processo era lento e passível de erros, muitas e muitas vezes as fotos de uma página iam parar em outras, causando muita confusão”, lembra Ademir.

Durante o dia, enquanto distribuíam os exemplares, eram feitas entrevistas e fotos. À noite, muitas vezes em hotéis, produziam as matérias e revelavam as fotos. Somente a partir de 1998 o jornal passou a ser impresso em Laranjeiras.

De acordo com Ademir, a distribuição, feita de carro, também era um desafio. “Começava na quarta-feira, por Cantagalo, em seguida, Virmond, Laranjeiras e Quedas do Iguaçu. Na quinta-feira, começava por Três Barras, Catanduvas, Ibema, Campo Bonito e acabava em Guaraniaçu”, relata.

Em 2002 o jornal montou seu próprio parque gráfico, o que trouxe mais independência com os horários de fechamento da edição. A mudança permitiu mais autonomia na impressão e nos horários. Em 2005 o jornal passou a circular duas vezes por semana, nas terças e sextas-feiras, se tornando mais dinâmico e atualizado.

Expansão do Grupo Correio

Com o crescimento do jornal a demanda também aumentou e agora somos o Grupo Correio. Com cerca de 60 funcionários, o grupo é composto por outras empresas como a Gráfica Correio, que surgiu em 2010 pela necessidade de oferecer aos clientes brindes e impressos como folders, revistas, panfletos e pastas. Em julho de 2013, em Guarapuava, começou a circular semanalmente o Jornal Extra, que segue sendo o único jornal da cidade.

Em 2017, a Agência Correio Marketing surgia, para atender a demanda crescente na área de assessoria publicitária, consultoria e marketing, para prestar serviços dos setores públicos e privados.

A partir de 2020, a área de brindes ficou ainda maior e a Ki Solução passou a fazer parte do grupo, ampliando as opções de comunicação visual para as empresas.

Aos nossos leitores, clientes, colunistas, colaboradores e amigos, o nosso muito obrigado. Sem vocês nossa história não seria a mesma!

Caso queira saber mais de nossa história clique aqui.