Responsivo

Deputado Zeca Dirceu repassa R$ 1,2 milhão à Saúde de Cantagalo

O valor será aplicado para na atenção primária. “Os recursos do ministério da Saúde chegaram em boa hora”, comemora o parlamentar, ladeado pelo vereador José Damiani, o prefeito João Konjunski e o secretário Marcos Bonfim

O deputado federal Zeca Dirceu (PT) anunciou a destinação de R$ 1,2 milhão para Cantagalo, em uma articulação com o ministério da Saúde, com o objetivo de fortalecer a atenção primária à saúde da população. O repasse ocorreu na última semana, sendo efetivado na quarta-feira (14).

Importância
“É fundamental reconhecer a importância da atenção primária na prevenção de doenças e na promoção da saúde, assegurando o acesso da população aos cuidados básicos”, destacou o parlamentar. “Esses recursos chegam em momento oportuno para Cantagalo”, acrescentou.
Zeca enfatizou que essa iniciativa é parte de um esforço contínuo em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), visando fortalecer os serviços de saúde pública e garantir um atendimento adequado à comunidade.

Impacto positivo
A distribuição dos recursos é esperada para ter um impacto positivo na qualidade de vida dos residentes do município, promovendo um acesso mais equitativo e eficaz aos serviços de saúde. “Sabemos que a atenção primária desempenha um papel crucial na construção de um sistema de saúde eficiente e de qualidade. Esses recursos serão essenciais para fortalecer o SUS e assegurar um atendimento adequado às necessidades da população”, ressaltou o deputado, reforçando seu compromisso em buscar mais investimentos para beneficiar a saúde dos paranaenses, em colaboração com o presidente Lula e a ministra da Saúde, Nísia Trindade.

Parceria
O assessor do deputado na região, João Costa Oliveira, explicou que o repasse desses recursos para a saúde local possibilitará que o município economize recursos próprios, que poderão ser direcionados para outros projetos, como a elaboração do projeto de engenharia para a construção de um trecho da PR-364. “Essa é uma demanda antiga da comunidade regional, e a alocação de recursos para a saúde, além de melhorar o atendimento, permitirá que a prefeitura invista em outras obras”, concluiu.