BAGUAL NO CORREDOR

Pelo fato de ter vivido parte da juventude em grandes fazendas nos Campos de Palmas, este escriba seguidamente envereda por

Pelo fato de ter vivido parte da juventude em grandes fazendas nos Campos de Palmas, este escriba seguidamente envereda por causos ocorridos ou inventados no meio rural como o que lhes narro tendo como protagonista o peão Turíbio Torquato, capataz duma das estâncias daquelas bandas. Conhecido como TT era um dos melhores laçadores e domadores, além de especialista na castração de potros e bezerros. Era manhã gelada num sábado de inverno quando TT atou ao pé de cinamomo a potranca que domava e entrou arrastando as esporas no bolicho a beira da estrada. Todos estranharam as marcas de barro nas costas de TT que vestia um jaquetão de pura lã de tecido grosso e forte que ele usava para suportar o frio do inverno palmense. Estranharam pelo fato de que TT bebia com moderação e raramente caía do cavalo, portanto o barro nas costas teria outra motivação, mas não ousaram perguntar no início da conversa, até que um velhote cofiou o cavanhaque e indagou: O que aconteceu vivente, estás com as costas embarradas e com uma espécie de espuma no chapéu e no colarinho? Pelo respeito que TT dedicava aos peões mais velhos, contou o ocorrido. Puês amigos. Eu vinha atravessando a invernada pelo corredor (estrada com cercas de arame em ambos os lados) e não reparei que a potranca entrou no cio. Algum desgramado deixou um bagual solto no corredor e se eu não percebi o danado percebeu o cio da potranca e veio atrás galopando e bufando. Meti as esporas na égua, mas tive que parar no mata burro para abrir a porteira. Foi então que o danado embarcou nas ancas da minha montaria com este peão ainda nos arreios e embainhou a espada. O velhote perguntou: Mas bah tchê, por que não saltou fora dos arreios? Disse TT: Eu tentei, mas o bagual acertou as duas patas nos bolsos do jaquetão que é de pano muito forte e fique grudado na baldrana aguentando na nuca os bufos do animal até o final. Dos males o menor, a potranca é quarto de milha e o bagual puro manga larga. Vai dar um florão de cria, no mês que vem vou entregar a potranca mansa e embuchada e até estou pensando em cobrar uns pilas extras ao dono do animal que estou domando. Todos aplaudiram TT que arrumou o nó do lenço colorado que usava e mandou servir a melhor canha aos presentes. Convidado pelo bolicheiro ficou para o churrasco de ovelha que já estava assando, cujo cheiro aguçava o apetite da peonada e ali não havia vegano nem vegetariano.

PROCURANDO ATALHO. O almofadinha apressado pergunta ao mineirinho que consertava a cerca de arame ao lado da estrada: Amigo, se eu atalhar por este campo chego à vila com tempo de pegar o trem das três horas? Uai – responde o mineiro -, se você der de cara com o Ferdinando pega até o trem das duas horas. – Quem é esse Ferdinando? – O meu touro!

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail