Respeito à natureza

Será que é tão tão difícil o raciocinio de que se não houver reprodução, posteriormente também não haverá peixes?

É incrível como ser humano consegue ser teimoso, irresponsável e inconsequente quando se trata de preservação da natureza.Mesmo com leis, multas e até cadeia, alguns insistem em pescar na época da piracema.Caros senhores e senhoras, é preciso dar um descanso aos peixes, e deixar que eles se reproduzam com tranquilidade, sem o estresse dos anzóis, das chumbadas e, principalmente, das redes e tarrafas. A natureza merece essa atenção de todos nós, pescadores, empresários e a população em geral.
É necessário que todos saibam o quão nociva é essa prática e assim lutem pela preservação de nossos rios.
Mais do que respeitar a piracema, é preciso ter a consciência de que sem a natureza é impossível ter vida e sem o respeito a ela, não há como viver.
Será que é tão tão difícil o raciocínio de que se não houver reprodução, posteriormente também não haverá peixes?
Já basta a forte estiagem que o Paraná enfrentou e que foi extremamente prejudicial para algumas espécies nativas.
Quer tanto assim pescar, não consegue ficar sem? Procure um dos pesque-pagues em nossa região. Faça a sua parte e deixe a natureza fazer a dela.
Felizmente temos uma forte atuação da Polícia Ambiental em nossa região, que vem cada vez mais coibindo essa prática criminosa. Equipes treinadas e equipadas para acabar com essa destruição fazem patrulhas em nossos rios e alagados. Parabéns a esses profissionais!