NOVEMBRO AZUL – HOMENS ABRAM A PORTA.

Mais um mês colorido em nosso calendário, o novembro azul, e muitos dizem agora chegou a vez dos homens, porém

Mais um mês colorido em nosso calendário, o novembro azul, e muitos dizem agora chegou a vez dos homens, porém infelizmente para eles ainda diz muito pouco, ou seja, poucos ainda fazem uso da acessibilidade desse mês para descobrir como de fato, anda a sua saúde.

Ano passado perguntei aqui na coluna: homens, vocês têm medo de que? E não consegui uma resposta para essa pergunta dirigida a seres tão corajosos diante de algumas situações. Como ainda não tenho essa resposta, continuo conjecturando que seja medo; medo de uma descoberta que mudará o rumo e o estilo de vida que leva, medo de um diagnóstico assustador, medo de um tratamento desgastante e dolorido, medo de descobrir algo que não pode dominar, medo de parecer ou revelar sua fraqueza, medo de morrer.

Pensando nisso lembrei-me de uma ilustração que dizia o seguinte: Numa terra em guerra, havia um rei que causava espanto. Cada vez que fazia prisioneiros, não os matava, levava-os a uma sala, que tinha um grupo de arqueiros em um canto e uma imensa porta de ferro do outro, na qual haviam gravadas figuras de caveiras. Nesta sala ele os fazia ficar em círculo, e então dizia: – Vocês podem escolher morrer flechados por meus arqueiros, ou passarem por aquela porta e por mim e lá serem trancados. Todos os que por ali passaram, escolhiam serem mortos pelos arqueiros. Ao término da guerra, um soldado que por muito tempo servira o rei, disse-lhe: Senhor, posso lhe fazer uma pergunta?

– Diga, soldado.
– O que havia por trás da assustadora porta?
– Vá e veja.

O soldado então a abre vagarosamente, e percebe que a medida que o faz, raios de sol vão adentrando e clareando o ambiente, até que totalmente aberta, nota que a porta levava a um caminho que sairia rumo a liberdade.

O soldado admirado apenas olha seu rei que diz: – Eu dava a eles a escolha, mas preferiram morrer a arriscar abrir esta porta.

Lamentavelmente muitos homens por medo de abrir a porta de um consultório médico, medo de abrir o processo de descoberta de um diagnóstico, escolhem morrer aos poucos e sem tomarem conhecimento, ou quando o fazem já é tão devastador o quadro que trará muito mais dor que se descoberto e dado início ao tratamento precocemente.

O nosso pedido é que vocês homens: abram a porta do amor por vocês mesmos, abram a porta da melhora de sua saúde, abram a porta da qualidade de vida e com isso vivam mais e melhor para continuarem sendo esses seres fortes com que sua família pode contar ainda por muito tempo.

Procure um atendimento de saúde, ainda que julgue estar bem, certifique-se disso e desfrute de um caminho de segurança e tranquilidade, ou por iniciar uma caminhada de um tratamento, ou por desfrutar da liberdade de estar livre de qualquer doença.