PROMOTOR DE JUSTIÇA

Nesse dia 14 comemora-se o Dia do Ministério Publico. A data foi escolhida porque foi em 14 de Dezembro de

Nesse dia 14 comemora-se o Dia do Ministério Publico. A data foi escolhida porque foi em 14 de Dezembro de 1981 que a Lei Complementar nº 40 – responsável por definir as regras gerais do Ministério Público Federal – foi sancionada.

De acordo com o Art. 43 da Lei Orgânica do Ministério Público, são deveres dos Promotores de Justiça, além de outros previstos em lei: manter ilibada conduta pública e particular; zelar pelo prestígio da Justiça, por suas prerrogativas e pela dignidade de suas funções; obedecer aos prazos processuais; desempenhar, com zelo e presteza, as suas funções; tratar com urbanidade as partes, testemunhas, funcionários e auxiliares da Justiça; atender aos interessados, a qualquer momento, nos casos urgentes;

Nesta oportunidade queremos saudar com muito carinho, respeito e reconhecimento a todos os Promotores de Justiça, que honram seus juramentos e trabalham incansavelmente pela observação da lei e dos direitos dos jurisdicionados. Pedimos vênia para saudar a todos esses bravos servidores do Estado na pessoa do DR. JOÃO PÉRICLES GOULRT, grande Promotor de Justiça, que quando de sua honrosa passagem pela Comarca de Laranjeiras do Sul, deixou grandes legados, dentre outros a iniciativa da fundação do SOS – SERVIÇO DE OBRAS SOCIAIS DE LARANJEIRAS DO SUL, pelo LIONS CLUBE local, do qual era associado, diante da necessidade de uma instituição que acolhesse menores em situações de risco.

Mas infelizmente, um número pequeno de representantes do parquet, não tem esse mesmo espirito, essa visão social, equilíbrio emocional entre o seu mister e o a harmonia com a sociedade onde trabalham.  Falta inteligência emocional, experiência, vivência, muitos estão no seu primeiro emprego, não conhecem a realidade particular de cada comunidade, da vida e das pessoas.

Pelas suas inseguranças e inexperiências de vida, chegam nas Comarcas e geram conflitos, coloca em dúvida reputações, desrespeitam os idosos, que a vida inteira estão ali empreendendo, trabalhando arduamente por um mundo melhor,  criando suas imagens e reputações e fazendo um trabalho voluntário, gratuito, para suprir necessidades do próprio Estado.

Mas a sociedade deve reclamar aos órgãos competentes os abusos de autoridade, no caso à Corregedoria do Ministério Público ([email protected]), à Ordem dos Advogados do Brasil, que de imediato darão uma resposta a quem se sentir violado, como foi o caso da recente Cerimônia de Desagravo realizada pela OAB PARANÁ, em face do Juiz, Promotor de Justiça e Delegado de Cantagalo e no mesmo dia realizou igual cerimônia na cidade de Guarapuava.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail