Quanto custa ter câncer

Tudo na vida tem um preço ou um custo. Para quem não tem conhecimento, ter câncer acarreta um enorme choque

Tudo na vida tem um preço ou um custo. Para quem não tem conhecimento, ter câncer acarreta um enorme choque de realidade e custa, além de muito sofrimento, muito dinheiro.

Sofrimento físico e psicológico. Incertezas e ameaças. Tratamentos agressivos e, muitas vezes mutilantes. Medicamentos de uso contínuo e exames caros. Por fim, mas não por último, a ameaça de recidivas e metáteses, para o resto da vida.

Não bastasse tudo isso, o paciente tem ainda o pesado encargo de buscar e fazer valer o seus direitos, enfrentando todo tipo de empecilhos, numa verdadeira “via crucies”, que muitos não conseguem transpor.

Diante dessa inesperada sobrecarga que adiciona à sua vida um custo emocional e financeiro, o paciente de câncer merece uma proteção especial do Estado, muito embora tenha sido necessário um verdadeiro garimpo das muitas legislações que tratam do assunto.

Um grande número de documentos é indispensável para que o paciente possa requerer seus direitos, laudos, exames, radiografias, tomografias, em muitos casos podem se tornar essenciais para a comprovação de uma situação garantidora de seus direitos.

A destruição desses documentos pode trazer sérios prejuízos ao portador do câncer tanto na área médica quanto na jurídica. Para evitar esses prejuízos, é recomendado guardar, em lugar seguro, os resultados dos exames, sobre tudo depois do diagnóstico da doença.

Também é muito importante ao paciente quando for requerer algum dos benefícios a que tem direito, sempre fazer em duas vias, tendo sempre uma em mãos protocolizada.

Documentos que devem ser muito bem guardados e ter fácil em mãos:

Laudos e relatórios médicos; certidão de nascimento – paciente e dependentes; certidão de casamento/divórcio; carteira de trabalho e previdência social – CTPS; Carnês de contribuições providenciarias; contratos e comprovantes de pagamento de plano de saúde; apólices de seguro;  contrato de financiamento da casa própria; cartão Pis/Pasep; extrato do FGTS; declaração do imposto de renda; contracheques; carta de concessão de aposentadoria; memória de cálculo de benefícios previdenciários; receitas médicas e notas de compras de medicamentos; outros documentos que possam instruir os requerimentos e provar a existência de direitos.

O Pacientes com câncer têm diversos direitos e benefícios  garantidos por lei, como por exemplo: Auxílio-doença. Saque do FGTS e do PIS/ PASEP. Isenção do Imposto de Renda.  Prioridade em processos. Acesso a tratamento e medicamentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Reconstrução de mama. Compra de veículos.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail