O endeusamento do morador de rua

Nada contra a classe denominada de “MINDINGO” ou morador de rua, mas, acontece uma coisa ridícula dessa e a mídia aproveita ao máximo, o sujeito é levado pra todo lado, pra rádio, canal de TV, reportagem à torto e direito, contando como foi, como alisou a moça, como amaciou, como fez o serviço.

De mendigo à celebridade

Já tem pessoas, muitas delas mulheres que já abonaram o comportamento do “aproveitador” alegando que o cara é culto, não é tão feio, é inteligente, de boa oratória e que deveria entrar na política, pois fala melhor que muitos políticos. Algumas mulheres já se apaixonaram pelo garanhão da madrugada, outras pessoas já propuseram que dessem um emprego pro coitado ou que seja convidado para um reality show.

Valores completamente invertidos

Sinceramente não entendo a atitude de muitas pessoas apoiando e engrandecendo um fato lamentável desses, que já virou piadinhas e febre em todo o Brasil. É o mundo do menos mais uma vez saindo vitorioso. É a valorização do invertido, coloca um cara desse como pop star e não valoriza um bombeiro que perde a vida por um desconhecido, uma professora que dá a vida pelos seus alunos, um policial que morre pelo próximo, mas um cara que fica com a esposa do outro vira herói e pode ser que ainda seja eleito deputado. Merecemos o país que temos. Pra mim isso constitui o ridículo em sua mais alta potência.

Evidências da semana

O bom atendimento do casal Ruth e Élio Cruz do supermercado Ideal. A simpatia do casal Deividy e Nieli Guerra do D’Lucas Centro Automotivo da santos Dumont. As boas ofertas da Comercial Virmond. A liderança do gerente Carlos da Rede Lar Sacolão.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail