O local, o agora, a oportunidade

Todos os que nos encontramos neste planeta, sem exceção, caminhamos para o mesmo destino e objetivo. Cada qual no seu

Todos os que nos encontramos neste planeta, sem exceção, caminhamos para o mesmo destino e objetivo.

Cada qual no seu ritmo, no seu passo, conforme queiramos utilizar nosso livre-arbítrio.

Alguns vamos a passo lento, quase parando. Outros, andamos um pouco, paramos, como para descansar da jornada e retomamos o passo, logo em seguida.

Muitos demonstramos ter pressa para alcançar o objetivo e aceleramos a caminhada, quase correndo, à frente.

Damos passadas longas, largas. Adiantamo-nos aos demais.

De toda forma, obedecemos aos objetivos estabelecidos pela Lei Divina de consolidar nosso conhecimento e compreensão das Suas leis.

Por isso, a Providência Divina nos permite, de tempos em tempos, novas experiências no mundo material.

São as nossas tantas vidas. Esta que ora vivemos não é a primeira, tampouco será a última.

Cada uma se constitui de vários exercícios e desafios que nos compete enfrentar.

Para alguns são problemas físicos, limitações do organismo, exigindo paciência e superação.

Outros precisamos lidar com questões financeiras, a vida sem muitas regalias, sem excessos ou diversões, exigindo disciplina.

Muitos enfrentamos os relacionamentos difíceis no seio familiar, reencontros nem sempre agradáveis.

No entanto, são oportunidades de aparar arestas, superar antagonismos e exercitar a afeição.

Nascem aí os desafios da paciência, da compreensão, do perdão.

Não há, nesta existência, quem tenha nascido sem objetivos bem traçados.

A oportunidade na carne é preciosa demais para não ter um fim nobre e significativo.

O que ocorre é que estagiamos, de forma individual, em momento muito próprio de nossa história evolutiva.

Como são largas as experiências e muitas as vidas já vividas, podemos dizer que somos o resultado e a herança de todas elas.

Dessa forma, os desafios e lutas que enfrentamos, são condizentes somente para nós mesmos, para ninguém mais.

Logo, não há motivo para desejarmos ter a vida do outro, ser como o outro, desfrutar do que tenha o outro.

O meio em que nos encontramos, nesta existência, a família, a época, tudo isso compõe o melhor cenário para nosso necessário aprendizado.

São as situações que a vida nos oferta que nos permitirão desenvolver as virtudes, amadurecer o intelecto, crescer para a luz.

A nós compete traçar a melhor rota, para concretizar conquistas e realizações.

Também estabelecer o ritmo que desejamos.

Porém, jamais imaginemos que fomos injustiçados, ou que algo ocorre sem o conhecimento e consentimento da Providência Divina.

Não andamos ao acaso, sem rumo. Um Plano Divino nos orienta. Este é o momento mais apropriado para estarmos aqui.

Cabe-nos, somente, nos servir das horas, das provas, dos desafios para lutar, para crescer, para ir em frente.

Nós podemos porque, antes de mais nada, somos deuses. Ou seja, Espíritos imortais, criados à semelhança de um Pai Amoroso e Bom.

Pensemos nisso.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail