Número Zero – de Umberto Eco

Umberto Eco (1932-2016) era considerado pela imprensa italiana como o homem que sabia de tudo. Nascido em Alexandria e falecido

Umberto Eco (1932-2016) era considerado pela imprensa italiana como o homem que sabia de tudo. Nascido em Alexandria e falecido em Milão, foi escritor, filósofo, semiólogo, linguista e bibliófilo. Lecionou em várias universidades de renome nos principais centros acadêmicos do mundo. É dele a famosa obra O nome da Rosa retratada também nas telas de cinema. A obra Número Zero se refere ao costumeiro exemplar experimental de uma revista ou jornal feito para ser demonstrado a possíveis anunciantes e assinantes com a intenção de verificar a sua aceitação.

Em sua obra, Número Zero, Umberto Eco tem como enredo a criação de um jornal intitulado Amanhã cujo objetivo é manipular, constranger e chantagear adversários políticos com a intenção de conseguir vantagens para seu financiador (um figurão milionário sedento por mais poder). Eco cria personagens como Maia, uma moça que vindo de uma revista de fofoca sobre celebridades, sonha que no jornal terá a possibilidade de enfim lançar-se ao sucesso profissional e pessoal realizando reportagens de grande impacto. Mas, desde o início sua capacidade é menosprezada por seu editor-chefe que lhe reserva a tarefa de fazer a imprescindível seção de horóscopo tão característica de qualquer jornal. A personagem central é Bragadoccio, um repórter investigativo que se aprofunda nas mais loucas teorias da conspiração desde uma suposta fuga de Mussolini organizada e escoltada por um grupo nazi-fascista, sendo que o cadáver tido como de Mussolini seria na verdade de um sósia dele. A trama envolve uma suposta participação do Vaticano ocultando o verdadeiro Duce e discorre até sobre a morte do Papa João Paulo I. O leitor bem informado encontrará nas páginas do livro alusões a personagens reais da história italiana, sendo que para as pessoas que não acompanham a história daquele país não constitui entrave para o entendimento da trama. Número Zero é a última obra de Umberto Eco antes de sua morte e é uma contundente crítica aos jornais e revistas cujos objetivos de sua circulação, o respeito ao leitor com a prestação de um jornalismo informativo de boa qualidade é quase sempre esquecido.

Sugestão de boa leitura:

 

Título da obra: Número Zero

Autor: Umberto Eco

Editora: Record

Ano: 2015

Páginas: 240

Preço no mercado: R$ 19,50 a R$ 84,00 (livro físico) e R$ 18,95 (e-book).