A descendência

Enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele.

Enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. Alguém lhe disse: Olha! Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e querem falar contigo. Ele respondeu àquele que lhe falou: Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos? E, estendendo a mão para os discípulos, acrescentou: Eis minha mãe e meus irmãos. Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe. (Mt.12.46-50)

Este trecho do Evangelho é muito bonito. Por que? Pois Jesus Cristo explica como é fácil se tornar parente, familiar dele e ter facilidade em ganhar os Céus. Não precisa mostrar documentos de nascimento. Não precisa de testemunhas. Não precisa ser de nacionalidade judaica. Só é suficiente cumprir a vontade de Deus, isto é, seguir os ensinamentos do Pai Celeste, que Ele Jesus Cristo nos ensina. Isto significa ser um bom cristão. Os judeus se gabavam que eram descendentes de Abraão, do grande amigo de Deus e por isso pertenciam ao povo escolhido de Deus, e acharam que automaticamente tinham assegurado um lugar nos Céus. Jesus Cristo explicou, que não é a descendência que permite ganhar os Céus, mas a conduta segundo os ensinamentos divinos. A conduta correta é tão poderosa que pode até as pedras transformar em filhos de Deus, irmãos, irmãs, mãe de Jesus Cristo.

Produzi frutos que mostrem vossa conversão, e não comeceis a dizer a vós mesmos: ‘Nosso pai é Abraão!’, pois eu vos digo: Deus pode destas pedras suscitar filhos para Abraão. (Lc.3.8)

Nós, não-judeus, alegremo-nos, pois pela nossa conduta cristã pertencemos à família de Deus e não pela descendência. Como é importante a nossa conduta cristã. Quem se converte e segue os ensinamentos de Jesus Cristo, pode ter certeza de que se juntará ao povo escolhido por Deus, aos santos Abraão, Isaac, Jacó e ficará nos Céus.

Em outro lugar Jesus Cristo avisou os judeus orgulhosos da sua descendência de Abraão, que os não-judeus ocuparão os lugares nos Céus, pois eles seguem os ensinamentos dele e os judeus irão para Inferno, pois não aceitaram os ensinamentos dele. A descendência judaica não os salvará.

Ora, eu vos digo: muitos virão do oriente e do ocidente e tomarão lugar à mesa no Reino dos Céus, junto com Abraão, Isaac e Jacó, enquanto os filhos do Reino serão lançados fora, nas trevas, onde haverá choro e ranger de dentes. (Mt,8,11)

Como é muito importante a conduta segundo os ensinamentos de Jesus Cristo, Ele isso sublinhou na resposta a uma mulher que elogiava a mãe dele – Maria.

Enquanto Jesus assim falava, uma mulher levantou a voz no meio da multidão e lhe disse: Feliz o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram. Ele respondeu: Felizes, sobretudo, são os que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática. (Lc.11.27-28)

Óh, Meu Jesus! Me ajude, que eu não esqueça de praticar os teus ensinamentos em todo o momento da minha vida, pois quero, que me recompenses com a vida eterna nos Céus. Amém.