A LEI EVANGÉLICA

O homem chamado por Deus à felicidade, mas que está ferido pelo pecado, necessita da ajuda divina para alcançar esta

O homem chamado por Deus à felicidade, mas que está ferido pelo pecado, necessita da ajuda divina para alcançar esta felicidade. O socorro divino lhe é dado em Cristo:

1) pela lei que o guia,

2) e pela graça que o sustenta especialmente nos santos sacramentos.

A maior lei que guia o homem é a lei do amor. Jesus Cristo apresentou esta lei nesta frase:

Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois os meus discípulos: se vos amardes uns aos outros. (Jo.13.34-35)

São Paulo Apóstolo imensamente amava Jesus Cristo, pois a Lei do Amor conquistou totalmente o seu coração: Eu vivo, mas não eu: é Cristo que vive em mim. (Gl.2.20) Dá para sentir, que São Paulo aderiu aos ensinamentos de Jesus Cristo sem restrições e sobretudo com a grande dedicação nas suas comunidades cristãs implantava a Lei do Amor.

O amor seja sincero. Detestai o mal, apegai-vos ao bem. Que o amor fraterno vos una uns aos outros, com terna afeição, rivalizando-vos em atenções recíprocas. Sede zelosos e diligentes, fervorosos de espírito, servindo sempre ao Senhor, alegres na esperança, fortes na tribulação, perseverantes na oração. Mostrai-vos solidários com os santos em suas necessidades, prossegui firmes na prática da hospitalidade. Abençoai os que vos perseguem, abençoai e não amaldiçoeis.  Alegrai-vos com os que se alegram, chorai com os que choram… A ninguém pagueis o mal com o mal… Pelo contrário, se teu inimigo estiver com fome, dá-lhe de comer; se estiver com sede, dá-lhe de beber. Não te deixes vencer pelo mal, mas vence o mal pelo bem. (Rm.12.9-21)

Jesus Cristo não só exige de nós a pratica do amor.  Ele deixou recursos para ajudar ao homem decaído, deixou os santos sacramentos, especialmente a Eucaristia: Quem se alimenta com a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois minha carne é verdadeira comida e meu sangue é verdadeira bebida. Quem se alimenta com a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim, e eu nele.  (Jo.6.54-56)

São Paulo elogia os cristãos pela prática dos ensinamentos de Jesus Cristo. Chama os como os luzeiros no mundo e assim se realiza a evangelização do mundo.

 Portanto, meus queridos, como sempre fostes obedientes, não só em minha presença, mas muito mais agora em minha ausência, realizai a vossa salvação, com temor e tremor.  Na verdade, é Deus que produz em vós tanto o querer como o fazer, conforme o seu agrado. Fazei tudo sem murmurar nem questionar, para que sejais irrepreensíveis e íntegros, filhos de Deus sem defeito, no meio de uma geração má e perversa, na qual brilhais como luzeiros no mundo, apegados firmemente à palavra da vida. (Fl.2.12-18)

Ó! Meu Bom Jesus, que eu com a tua ajuda fique engajado na evangelização pela Lei do Amor a todos que encontrar na minha vida. Amém.