Ovelha Perdida

Uma vez Jesus Cristo contou uma parábola muito comovente sobre a ovelha perdida. Comovente, pois se trata do amor misericordioso.

Uma vez Jesus Cristo contou uma parábola muito comovente sobre a ovelha perdida. Comovente, pois se trata do amor misericordioso. Nós todos somos sensíveis ao amor misericordioso.

Todos os publicanos e pecadores aproximavam-se de Jesus para o escutar.  Os fariseus e os escribas, porém, murmuravam contra ele. Este homem acolhe os pecadores e come com eles.  Então ele contou-lhes esta parábola: Quem de vós que tem cem ovelhas e perde uma, não deixa as noventa e nove no deserto e vai atrás daquela que se perdeu, até encontrá-la?  E quando a encontra, alegre a põe nos ombros e, chegando em casa, reúne os amigos e vizinhos, e diz: ‘Alegrai-vos comigo! Encontrei a minha ovelha que estava perdida!’  Eu vos digo: assim haverá no céu alegria por um só pecador que se converte, mais do que por noventa e nove justos que não precisam de conversão.  (Lc.15.1-7)

Bonita e animadora é esta parábola. Nós seres humanos temos muitos problemas na nossa vida. Quem de nós não chorou por causa destes problemas? Só vou enumerar alguns: em nossas doenças, as doenças dos nossos familiares, a convivência difícil na família, as dificuldades no trabalho, as perseguições da nossa pessoa, as fofocas sobre a nossa pessoa, as rixas com várias pessoas, o namoro cheio de espinhos, as inimizades, etc.etc. O que estas situações e acontecimentos nos causam?  Causam a depressão que em muitos casos precisam de tratamento médico. Na vida espiritual causam: desespero, raiva, desgosto de si mesmo e nos casos extremos a tentação de cometer o suicídio.

Quando uma pessoa chega para eu com os problemas pedindo a ajuda espiritual, no primeiro instante constatando que não é o caso médico, convido a pessoa a refletir comigo a parábola da ovelha perdida. Esta parábola em primeiro lugar nos ensina, como nós pessoas humanas somos muito importantes para Jesus Cristo. Todos podem nos abandonar, podem nos rejeitar, podem nos desprezar. No entanto existe alguém que nos valoriza, que nos acolhe com amor, que tem saudades de nós, que nunca nos esquece, que nos procura dia e noite, que nunca nos deixará para perdição, é Jesus Cristo, que por nos até deixou-se crucificar.  E assim eu estou mandando a pessoa ler dez vezes por dia todo o mês a parábola da ovelha perdida. Pois quando o amor por Jesus Cristo toma a conta do nosso coração, a nossa vida toma outro rumo, o ruma de santidade de Jesus Cristo.  Queremos ser santos e santas. Isto aconteceu na vida do Apóstolo São Paulo.

Quem nos separará do amor de Cristo? Tribulação, angústia, perseguição, fome, nudez, perigo, espada?…Tenho certeza de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem o presente, nem o futuro, nem as potências,  nem a altura, nem a profundeza, nem outra criatura qualquer será capaz de nos separar do amor de Deus, que está no Cristo Jesus, nosso Senhor.  (Rm.8.35-39)

Meu Bom Jesus! Me ajude a sempre lembrar que sou muito amado pelo Senhor e que não me convém cometer o pecado grave e trazer a vergonha ao Senhor. Que isto nunca aconteça! Melhor seria, que eu morra do que peque gravemente! Amém.