CULPADO OU INOCENTE?

O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes, que mandou matar sua ex-namorada sumindo com o corpo dela aparece tirando selfie com

O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes, que mandou matar sua ex-namorada sumindo com o corpo dela aparece tirando selfie com fãs. Um grupo de adolescentes, quase rapazes fazem a roda. Desde quando um criminoso desse calibre vira alvo de festa e agrados por parte de crianças e adolescentes? Desde que um time de futebol da segunda divisão, o Boa Esporte Clube da cidade de Varginha, no sul de Minas, visando sair do esquecimento anunciou a contratação de Bruno. Condenado a mais de 22 anos de cadeia pelo crime, Bruno Fernandes passou quase sete, atrás das grades e, ganhou liberdade provisória. Graças a uma brecha legal aberta pela super-lenta Justiça brasileira. Saiu rindo, sem mostrar arrependimento, caiu nos braços e beijos de sua atual esposa, falando em retornar a carreira, rompida quando estava no Flamengo, quando aconteceu o crime. Para completar sua sorte, o pequeno clube-empresa de Varginha almejando sair do anonimato, lhe acenou com um salário mensal de 30.000 reais. O clube-empresa convocou a imprensa para apresentar o craque-goleiro. Mas em Varginha e nas redes sociais choveram protestos. O clube perdeu seus cinco patrocinadores e a Prefeitura, que cede o estádio e centro de treinamento, estuda romper a parceria. “Estamos reintegrando um cara à sociedade, declarou um dos três irmãos donos do clube. Ajudar ex-detentos a refazer a vida é uma atitude louvável. Mas tentar transformar um assassino que nem acabou de cumprir a pena, em ídolo e exemplo para crianças adolescentes, é uma aberração, com certeza. Seus advogados, então, também devem estar rindo.

A baixíssima avaliação do governo

O governo Temer, como todos sabem pela imprensa, está com avaliação baixa, como nunca se viu. Seu governo, acusado de nomear auxiliares e ministros corruptos, está com a ideia fixa de que cortando despesas resolverá o problema do Brasil. O discurso sempre é bonito. Feio é cortar o pão de cada dia, a educação e a saúde de quem já usufrui tudo isso de forma tão carente. A aritmética, a contabilidade, o raciocínio e as medidas precisam tomar outros rumos. Sacrificar ainda mais a classe pobre e sofrida é, desumano. A inflação até que baixou. Ajuda. Mas porque não baixam os juros? Para agradar os banqueiros e especuladores? Sensacional seria se todos nós poderíamos expressar e gritar: menos Estado, mais competência e honestidade. Essa gente do governo não tem o mínimo de atenção com o povo. Sabemos que o governo navega em águas turbulentas, mas aproveita as ondas para surfar nos resultados positivos da decisão que permite aos trabalhadores sacar valores de suas contas inativas do FGTS. Com isso vai irrigar a economia com 30 bilhões de reais. Enquanto isso, esse governo “esperto” fisga bilhões dos contribuintes ao deixar de atualizar as tabelas de imposto de renda. O governo Temer segue rigorosamente aquela norma: quando se toma uma medida, tem que saber de onde sai o dinheiro. Em breve veremos teses de doutorado enaltecendo a importância de um governo impopular, uma vez que o populismo é prejudicial para qualquer país porque dinheiro não nasce em árvore, nem cai do céu. Nasce do suor e trabalho do povo trabalhador brasileiro.

HUMOR SENSACIONALISTA

Lula afirma que não sabe quanto ganha, mas Odebrecht diz que sabe quanto pagou. Habituado a nunca sabe de nada, o ex-presidente disse me depoimento recente que não tem ideia exata de seus atuais rendimentos. A Odebrecht ficou sensibilizada com o esquecimento de Lula e se comprometeu a enviar para a Justiça o informe de rendimentos do ex-presidente. Lula teria ainda dito que não tem rendimento algum e que todo seu dinheiro, pertence a um amigo. Uma pesquisa feita pelo Data-Sensa mostrou que esse tipo de desconhecimento é normal, e que a maioria dos brasileiros não sabe quanto ganha. “É tanta dívida que o dinheiro entra e sai da conta na mesma hora, nem dá tempo de contar”, declarou um trabalhador. (Fonte: Revista Veja).