Ser jovem

Muitas vezes pessoas idosas recordam o seu tempo de juventude com muitas saudades. Muitas entre elas não vivem bem seu

Muitas vezes pessoas idosas recordam o seu tempo de juventude com muitas saudades. Muitas entre elas não vivem bem seu estado atual porque não querem se aceitar como são. Gostariam ainda de ser as mesmas de outrora.

Muitos jovens não sabem viver plenamente a juventude. Vivem pensando e se preocupando só com o futuro. Sonham com uma vida de adultos bem instalados, com profissão destacada, muitos bens, etc. Outros jovens, no entanto, vivem totalmente desligados da realidade concreta que os cerca e que os cercará no futuro. Enquanto os primeiros se ocupam demasiadamente com cuidados econômicos e sociais do futuro, estes últimos não se preocupam com nada: levam uma vida à toa. Tanto estes velhos como os dois tipos de jovens estão errando bastante.

Alguém é verdadeiramente jovem quando sabe enfrentar e assumir a vida, como ela se apresenta, no momento, tendo sempre grandes ideias pela frente. Ideais que não são somente de satisfação social e de riquezas, mas, principalmente ideais cristãos e humanitários. Os ideais humanitários exigem, já no presente, uma grande consideração, um respeito e amor – doação para o próximo. O jovem deve ter muitos amigos. Bons amigos. Um jovem, para ser verdadeiro jovem, deve ser adulto. Adulto em responsabilidade.

Os idosos deverão enfrentar a vida com alegria. Nunca lamentando a juventude passada ou mal aproveitada. No entanto, devem conservar vivos, mesmo com o peso da idade, os ideais da juventude. Diz um ditado que é velho somente aquele que não tem mais ideais.

(Fernando Glaab)

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail