A teoria dos três amores Você sabia que os seres humanos só se apaixonam por três pessoas ao longo de

A teoria dos três amores

Você sabia que os seres humanos só se apaixonam por três pessoas ao longo de suas vidas, e que esses três amores, cada um diferente do outro, são necessários para aprender como amar e ser amado da forma correta?

O primeiro amor

Geralmente acontece no início da vida, na adolescência, pode ser chamado de “amor de escola” por aparecer mais durante o ensino médio. Esse amor é o típico amor de cinema, tendo mais ideias com base em enredos de filmes do que com o real significado do sentimento. Porém, esse amor nos faz sentir como se isso fosse durar pra sempre, como se fosse o sentimento mais real existente, como algo puro e inquebrável, é nesse período que você passa a viver um clichê, planejar um casamento, criar uma família. Nesse tempo nem pensamos em outras paixões, e que aquela pessoa a qual julgamos ser o grande amor, provavelmente não significará nada para nós no futuro, e que está servindo apenas para iniciarmos nossas primeiras experiências e preparativos para os amores seguintes.

O segundo amor

Esse tipo de amor é um tipo de amor mais difícil, podendo até ser tóxico, e isso nos obriga a compreender quem somos realmente como indivíduos, quem realmente são nossos parceiros e aonde você quer chegar na vida, além disso, isso nos obriga a entender o tipo de pessoa que queremos amar no presente e no futuro, e que seja da mesma forma correspondida, mas também é um amor difícil porque geralmente dói, normalmente existem mentiras, outros enganos e até mesmo manipulações, as pessoas podem ficar “presas” com esse tipo de amor por um longo tempo, nessa fase, às vezes, insistimos em permanecer acreditando que há como consertar a relação, mas chega uma hora em que não resta mais nada do sentimento original, então já é hora de dar um basta nisso.

O último amor

Esse amor normalmente é inesperado, acontece com alguém que você não achava ser o certo pra sua vida. Porém, diferente do segundo, esse acontece fácil, naturalmente, sem nem perceber, a atração e conexão mútua é inexplicável, mas com certeza existe. Isso pode acontecer porque nenhum dos dois esperava se apaixonar, e ninguém realmente tentou, foi algo sem pressão ou roteiro a ser seguido. Sendo assim, é um tipo de amor que não pode ser negado, explicado ou preparado, simplesmente acontece e te faz se sentir bem, como você nunca havia se sentido, a explicação mais plausível para esse sentimento devastador é que você nunca tinha experimentado um tipo de amor tão forte como esse, porque você realmente nunca entendeu o que era amor. Independente do amor que você esteja experimentando agora, não pare de procurar por um sentimento que te surpreenda, que seja perseverante, e acima de tudo, que seja mútuo.

Destaques da city

O bom atendimento da Nádia, Edi e o Rafael da Estoflar, perto do Correio na Guilherme de Paula. A leitora assídua desta coluna, a professora Guilhermina Carrador. A simpatia das atendentes da fábrica Fornello. Os bons produtos femininos da Mana Modas. O profissionalismo do gerente Carlos do mercado Sacolão  da Rede Lar.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail