Não volte ao passado

Lendo uma velha história de amor que fracassou, pensei no seguinte: muitas vezes as reminiscências do passado podem te enganar,

Lendo uma velha história de amor que fracassou, pensei no seguinte: muitas vezes as reminiscências do passado podem te enganar, tentando reviver um grande amor que ficou perdido no tempo, tua mente revive as lembranças e te fez voltar em muitas ocasiões imaginariamente naquele tempo, nos momentos vividos que você gravou no inconsciente. Muitas pessoas se iludem querendo reencontrar aquele grande amor achando que voltará a reviver aquelas mesmas sensações, aquelas mesmas emoções, mero engano, o amor que ficou no tempo é como aquele rio que passa, você nunca voltará a se encontrar com as mesmas águas.

Ilusão do reencontro

Geralmente você procura por aquela mesma pessoa, aquela que você reviveu imaginariamente, porém você pode se decepcionar profundamente no reencontro físico ao perceber que aquela pessoa mudou em todos os sentidos, ela não é mais a mesma que você conhecia, pois a mutação constante é a característica principal do ser humano. Não perca o seu presente por um passado que não tem futuro. A vida é daqui pra frente, o tempo não volta pra trás.

Caim e Abel

Cada vez que presenciamos um crime bárbaro em nossa volta, a pergunta é a mesma: por que tanta maldade? Como combater essa brutalidade extrema? Dá a impressão que a barbárie tomou conta da sociedade e que a ilegalidade não é mais punida.  Quando Caim matou Abel, ainda não existia a TV para afirmar que esse meio de comunicação estimula a violência; talvez o que assistimos é somente o reflexo daquilo que já existe nas profundezas do nosso interior, porém de uma forma letárgica.

Apelando ao sagrado

Segundo alguns pesquisadores, a culpa é uns dos aspectos que originam e estruturam muitas religiões, colocando aspectos psicológicos, sociológicos, antropológicos e existenciais de cada ser humano sujeitos a análises. Às vezes tentamos explicar tanta violência usando a religião como elo fundamental, nesse momento entram em cena muitos fanáticos exacerbados que apregoam o perfeccionismo falando 24 horas por dia que têm Deus no coração quando na realidade acontece o inverso. Não querendo taxar de demagogos, mas, muitos pregadores são bons na teoria afirmando que essa ou aquela religião ser a verdadeira que vai salvar o homem das trevas, porém, na prática se escondem atrás do verniz da falsidade com um comportamento que não condiz com as suas palavras adotando um perfil egoísta e preconceituoso se achando os melhores fazendo soar a trombeta da salvação ou da condenação. Por isso se quiser um mundo melhor e com menos violência, não mude de religião, mude de vida.

A minha caneta anotou

A competência e profissionalismo do radialista e apresentador de festivais Eleandro Rodrigues que conduziu maravilhosamente a sexta edição do Santana Fest. O abraço para todo o pessoal da Glória modas na rua XV de Novembro. Parabéns pelo ótimo atendimento. As boas ofertas semanais do supermercado Rede Lar no comando da família Cruchinski. O grande e constante movimento na farmácia do competente Marquinho onde a qualidade é comprovada.  As ofertas semanais da Comercial Virmond na liderança na área de materiais de construção e tintas. Os bons produtos da erva mate Becker. A última geração em tecnologia com a qual conta o laboratório Modelo da família Pavan para realizar os seus exames de análises clínicas.   A simpatia e o bom atendimento do casal Luciano e Vanessa da Microlan informática além dos bons preços. O grupo de funcionários e o proprietário Rodrigo da panificadora fábrica Fornello pelo ótimo atendimento, além dos deliciosos produtos. Parabenizo a equipe de liturgia e canto da rádio Campo Aberto que abrilhantaram e animaram a missa solene do Passo das Flores em Porto Barreiro, em homenagem à São Bom Jesus. Méritos do Ivan Theo, Adilson Nogueira, Eleandro Rodrigues, Thaise Sverdoski, Ana Battelani e este colunista.