Observatório

QUAL É O SENTIDO DA VIDA Já perguntei e já me perguntaram muitas vezes em salas de aulas, as respostas

QUAL É O SENTIDO DA VIDA

Já perguntei e já me perguntaram muitas vezes em salas de aulas, as respostas são as mais subjetivas possíveis. Uns dizem que a vida não tem sentido, outros que o sentido da vida é encontrar um objetivo, alguns falam que é realizar os seus sonhos e que Deus tem um propósito para cada um. Penso que as pessoas fazem esse questionamento no pressuposto que o sentido da vida é algo que você pode procurar, encontrar e gritar: encontrei, eis aqui o sentido da vida. As pessoas não consideram a possibilidade de que talvez o sentido da vida seja algo que você mesmo cria e que vem do seu interior, algo que você mesmo fabrica para algum objetivo futuro, talvez a de sobreviver de maneira tranqüila com um bom emprego, bom salário e possuir uma boa família e bons amigos.

PERDER O DIA

Podemos também encarar o sentido da vida da seguinte maneira: será que aprendi algo novo hoje das milhões de coisas que ainda tenho que aprender desse Universo tão misterioso? Será que hoje aprendi alguma coisa que até ontem não sabia me levando um pouquinho mais perto dos infindáveis conhecimentos que ainda não sei? Se chegar um dia em que não aprendi um pouquinho mais do que sabia ontem, então esse dia não aconteceu, ou não valeu pra nada, pois acho que desperdicei esse dia. É comum ver e ouvir quando o ano chega ao seu fim, alunos eufóricos gritarem alto: as aulas acabaram, as férias chegaram, não preciso mais estudar, ouvir isso é desanimador, pois o professor percebe que a maioria desses alunos estiveram lá o ano todo só para cumprir tabela ou porque foram obrigados por alguém.

SÓCRATES X JESUS

Aprendendo coisas novas lhe dá o poder de ajudar pessoas que talvez precisem ajudar – se a si mesmo e assim poder construir a sua trajetória. O sentido da vida para mim seria aquilo que está ao alcance das suas mãos no dia-a-dia cumprindo com lealdade a sua missão. Quando uma pessoa perde o sentido da vida e se suicida, percebeu que nada externamente faz sentido. Como explorar as coisas da vida se elas deixam de fazer sentido? O sentido é interior, vem da consciência e é por ela que conhecemos o mundo exterior. Talvez por isso o grande pensador Sócrates já dizia: “Homem, conhece- te a ti mesmo O mestre dos mestres Jesus ensinava física quântica e ninguém entendia: de que adianta ganhar as coisas do mundo e perder a sua alma. Alma talvez seja a sua consciência, a sua razão, a sua mente, a sua inteligência, a sua essência no seu estado mais puro que regula toda a matéria, ou seja, Jesus quis dizer: se perder a sua força interior, a sua confiança em você mesmo dando ênfase às coisas do mundo exterior, você perdeu tudo. O sentido da vida seria o conhecimento que acontece a cada momento, a cada minuto, a cada segundo. Pense nisso.

A MINHA CANETA ANOTOU

O bom atendimento do Ildo e da Fátima Guerra -Movelar I e II representante da Rede Tok Lar na região-. Os preços imbatíveis na farmácia do Marquinho onde a qualidade é comprovada e o atendimento é de primeira. Agradeço o prestígio da professora Marli Soares que lê este espaço. A simpatia da Dona Olinda do supermercado Rede Lar, além do bom atendimento. As boas ofertas da Comercial Virmond em pisos, tintas e acabamentos. Análises clínicas de extrema qualidade é no laboratório Modelo da família Pavan. A tecnologia usada é de alto padrão sempre oferecendo novidades em frente ao hospital São Lucas. O bom atendimento do casal Luciano Polônio e esposa Vanessa da Microlan informática.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail