Observatório

MUDANÇAS NA VIDA Uma razão pela qual a mudança vai ficando difícil é quando você vai envelhecendo e cria vários

MUDANÇAS NA VIDA

Uma razão pela qual a mudança vai ficando difícil é quando você vai envelhecendo e cria vários casulos de conforto, quando alguém perturba esses casulos a pessoa fica muito irritada. Quando você era jovem não procurava por conforto, você procurava uma vida intensa, agora você não procura mais por esse tipo de vida, procura por conforto e segurança. Quando você completou 16, 17 ou 18 anos, você tinha os sonhos mais loucos sobre o que queria fazer da sua vida, mas quando chegou aos 30, você cortou todos os enfeites por não serem práticos, pois  se tornou medroso, não entanto, você disse que está tornando-se prático e assim foi cortando muitas coisas dizendo que se conseguir um emprego, se ganhasse para sobreviver já estaria bom.

MEIA-IDADE

Quando chegou aos 40 anos, pensou: se eu não me envolver em nenhum problema já é o bastante, mas esse é o tempo que você começa a se envolver com problemas, é o tempo que começa a olhar para a vida com menos entusiasmo, você está olhando para a vida como segurança, quanto mais segurança colocar em sua vida, mais perturbado ficará com cada nova mudança. A essência da vida física é a mudança.  Nada na vida é constante, por isso, quando  está resistindo às mudanças, está resistindo à vida, o único lugar imutável é a sepultura, a morada final. Enquanto você faz parte do processo físico da existência tudo mudará, se você não aceitar sofrerá muito atraindo a frustração e a depressão, quem resiste aos processos naturais da vida, a depressão será um processo natural.

A APOSENTADORIA DO DIABO

Certo dia o diabo decidiu se aposentar e colocou à venda todas as ferramentas do seu negócio. Abriu um saco enorme e derramou as mercadorias sobre a mesa, lá tinha raiva, ciúmes, ódio, preguiça, luxúria, avareza e inveja, todos correram e compraram tudo rapidamente, tudo foi vendido na primeira hora todas as ferramentas dele. Entretanto, ele tinha outra bolsa, quando alguém perguntou: o que tem nessa outra bolsa? Isso não é pra vender? O diabo disse: não, não, nessa bolsa tem coisas que quero manter comigo como lembranças, pois foram as que melhor funcionaram para fazer o meu trabalho. Essa pessoa insistiu, por favor, eu quero essas coisas, o diabo disse: não, não e não, estas duas ferramentas que tenho nesta bolsa funcionaram maravilhosamente bem durante toda a minha carreira. Nesse momento muitas pessoas se juntaram a ela e pediram, por favor, venda pra nós, então o diabo pegou a bolsa e disse ok, se me pagarem bem eu vendo e jogou sobre a mesa a frustração e a depressão. Estas são as duas melhores ferramentas do diabo se você quiser destruir a sua vida. Quando você não aceita as mudanças da sua vida, você comprará automaticamente essas duas mercadorias.

 

A MINHA CANETA ANOTOU

O bom atendimento de todo o pessoal da Comercial Virmond oferecendo materiais de construção, pisos e acabamentos sempre com descontos. A boa atuação do chefe do núcleo de Laranjeiras do Sul Lídio dos Santos pelas melhorias nos diferentes setores da educação. O abraço ao Pablo Correia, Carla Marquardt, José Domiciano o popular Besouro, prof. Valentin Andreetta, Frido Ruths, Valmir Presa que prestigiam este espaço. Os bons preços e as ofertas diárias da farmácia do Marquinho onde a qualidade é comprovada, além das ótimas ofertas em todos os medicamentos. O abraço ao motorista de ônibus Kinho Oro que prestigia este espaço. Os preços imbatíveis da Rede Lar de supermercados da família Cruchinski. Análises clínicas de extrema qualidade é no laboratório Modelo da família Pavan. A tecnologia usada é de alto padrão sempre oferecendo novidades em frente ao hospital São Lucas. O bom atendimento do casal Luciano Polônio e esposa Vanessa da Microlan informática.