2021 pode marcar volta de Laranjeiras do Sul à Série Ouro Feminina 

Município não disputa o estadual da modalidade desde 2018. Projeto prevê atuação também nas categorias de base, mas depende de viabilização financeira para disputar o estadual de profissionais ainda neste ano

Aproveitando o bom momento que vive o futsal na cidade, dirigentes preparam a volta de Laranjeiras do Sul ao Paranaense da Série Ouro Feminina. 
Em 2018, a AEL disputou a Série Ouro do estadual. Sob o comando do técnico Paulo César Franco, o ‘Fiapo’, chegou às quartas de final do certame, sendo eliminado pelo Cianorte – potência da modalidade. 
Após um hiato de dois anos, dirigentes esportivos articulam para colocar a cidade na competição novamente. Andressa Dariz e Claudemir Brandelero são presidente e vice, respectivamente, do Laranjeiras do Sul Futsal Feminino, que existe desde 2012, mas só agora vive a expectativa pelo profissionalismo. 


Treinador definido 

A equipe, inclusive, deve ter Gustavo Rossetin como treinador. Ex-árbitro e auxiliar técnico do Operário Laranjeiras, ele será o responsável por comandar o projeto que atuará também nas categorias de base. 


Para que os planos possam se concretizar, os dirigentes buscam parceiros para viabilizar a contratação de seis atletas experientes. O restante do elenco deve ser completado com jogadoras da cidade. “Já apresentamos o projeto para o prefeito Berto Silva e a intenção é ficar, já em 2021, entre os quatro primeiros da Ouro”, comenta Andressa. 


Vai de um jeito ou de outro 

Embora o entusiasmo, a participação no estadual deste ano depende da viabilização econômica. “Caso a gente não consiga jogar o Paranaense, iremos manter o projeto com o sub-20 e com as categorias de base, e em 2022 então disputamos com o profissional”, revela a presidente.