Paulinho Gambier deve substituir Tonhão no Chopinzinho

Ainda não é oficial, mas Tonhão não deve seguir no comando do Chopinzinho na temporada de 2021. Após três anos

Ainda não é oficial, mas Tonhão não deve seguir no comando do Chopinzinho na temporada de 2021. Após três anos de trabalho, levando o clube da Série Bronze à Ouro, e conquistando no caminho a Série Prata de 2019, o treinador recebeu uma proposta para assumir a chefia do departamento de esportes do município homônimo. 

Em entrevista por telefone ao Correio, Tonhão disse que, embora ainda não tenha aceitado o convite do grupo do prefeito eleito Neco Cenci, a saída do comando do time é certa. 

O presidente do Chopinzinho, Rodrigo Gress, explicou que a saída ocorre em comum acordo. Ele confirmou os boatos da possível vinda de Paulinho Gambier para substituir Tonhão.

Ex-técnico de Umuarama e Joinville, Gambier trabalhou também exercendo outras funções nas seleções de Brasil e Paraguai. Ele está sem clube desde outubro de 2019, quando deixou o Marreco. Gambier, inclusive, confirmou as negociações. 

“Acredito que a diretoria quer passar uma nova experiência, com outro treinador, já que estou no comando desde o começo, em 2018. E vejo isso como válido e bom para o clube”, argumentou Tonhão. 


Tonhão avalia a temporada 

Tonhão comanda o Chopinzinho desde a Série Bronze, em 2018

Ao avaliar a temporada chopinzinhense, Tonhão deu nota sete para o desempenho que, embora não tenha conquistado títulos, passou longe, por exemplo, da briga contra o rebaixamento no estadual. “Para a oficialização do novo treinador, restariam poucos detalhes. “A pandemia prejudicou a todos os clubes, então não precisamos isso como justificativa. Teríamos condições de fazer melhor, mas ainda assim considerado a nossa campanha como válida”. 

Tonhão disse ainda que, caso aceite o cargo público, pretende continuar ajudando o clube da cidade.