Ronaldinho lamenta 2º tempo ruim do CAC na eliminação para o São Lucas

Ronaldinho não conseguiu emplacar o 5º acesso da carreira. Se conseguisse o feito com o CAC, seria o terceiro seguido

Ronaldinho não conseguiu emplacar o 5º acesso da carreira. Se conseguisse o feito com o CAC, seria o terceiro seguido do ala de 31 anos. Em entrevista ao Correio do Povo do Paraná, o jogador lamentou a eliminação na Série Bronze do Paranaense de Futsal, no sábado (21), para o São Lucas.


Apesar de ter vencido a partida de ida das quartas de final, em casa, por 2×1, o Galo não soube administrar a vantagem na volta. No tempo regulamentar, os comandados de Veto perderam por 7×3 e ficaram no empate por zero na prorrogação. A igualdade deu ao time de Paranavaí, com melhor campanha geral, a vaga na semifinal da terceirona e na Série Prata do ano que vem. 


“O 2º tempo foi crucial no resultado final. Falo por mim, que senti muito o cansaço da viagem na etapa final. Fizemos um bom começo de jogo, de igual para igual, mas não conseguimos manter a pegada. Depois, já atrás do placar, passamos a pensar em descansar para a prorrogação”, explicou Ronaldinho.


O CAC não conseguiu, em momento algum do duelo decisivo, estar à frente do placar. E embora no 1º tempo a contagem tenha ficado em 2×2, na etapa final o São Lucas marcou cinco vezes, enquanto os cantagalenses fizeram apenas um gol.
Ronaldinho deve aguardar a definição do futuro do CAC, mas não descarta vestir outras cores em 2021. “Ainda não recebi propostas”, pondera.