Câmara de Laranjeiras aprova gratificação de até 50% para motoristas e operadores de máquinas

O motorista de caminhão Jefferson Paulo Maia atua na Secretaria de Viação há 18 anos. Segundo o servidor, a aprovação do projeto é um grande passo entre as possibilidades do poder público em melhorar o vencimento dos funcionários e, de fato, garante a permanência de muitos profissionais

Com o aumento de demanda em setores como agronegócio e construção civil, cresce também a necessidade de mão de obra qualificada em muitas áreas. Os operadores de máquinas e motoristas de caminhão estão entre os mais procurados e, sabendo que no setor público há excelentes profissionais, a Câmara de Laranjeiras do Sul aprovou dois projetos de lei que atualizam as gratificações por produtividade destes servidores. Anteriormente, o limite representava 25% do vencimento básico, enquanto a atualização prevê até 50% de gratificação.

Assim, foram aceitos os projetos 020/2021 e 021/2021. O primeiro altera a redação no estatuto dos servidores públicos civis do município, enquanto o segundo regulamenta a redação da Lei 019/2015 referente ao plano de cargos, carreiras e vencimentos dos funcionários. Dessa forma, desde que as respectivas máquinas ou caminhões estejam em condições de trabalho, quem atuar de 0 hora a 50 horas receberá até 15% sobre o vencimento básico; de 51 horas a 75 horas trabalhadas, o valor será de 25%; de 76 horas a 100 horas, receberá 35%; de 101 horas a 125 horas a gratificação será 45%, enquanto de 126 horas até a carga horária máxima possível prevê 50% sobre o vencimento.

Justificativa

Conforme o Líder do Governo na Câmara, vereador Ney Becker e o membro da Comissão de Finanças, vereador Juvinha Viola, ao aumentar a porcentagem da hora produtividade dos operadores de máquina e motoristas de caminhão, os projetos de autoria do Executivo Municipal evitam a debandada no quadro de funcionários, fato que implicaria na paralisação das atividades em alguns setores. Além disso, são um reconhecimento e incentivo à categoria, que frequentemente recebe propostas da iniciativa privada.

O motorista de caminhão Jefferson Paulo Maia atua na Secretaria de Viação há 18 anos. Segundo o servidor, a aprovação do projeto é um grande passo entre as possibilidades do poder público em melhorar o vencimento dos funcionários e, de fato, garante a permanência de muitos profissionais. “É difícil encontrar um operador de retroescavadeira, de motoniveladora e por vezes quem tem experiência não consegue passar no concurso. Então a gratificação vai ajudar a manter quem já atua. É difícil atingir os 50%, mas é um incentivo até para cuidar ainda mais das máquinas, sendo que algumas chegam a custar até R$ 700. E com o tempo ajudando, daremos o máximo”, disse.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail