Responsivo

Delegação laranjeirense de Jiu-Jitsu retorna de campeonato internacional com mais de 30 medalhas

Mais de 30 atletas de várias faixas etárias representaram a cidade no ‘International Circuit Brazilian Jiu-Jitsu’, com destaque ao sensei Jorge Ruas, que foi ouro em duas categorias

No último domingo (10), Cascavel sediou o ‘International Circuit Brazilian Jiu-Jitsu’, um evento esportivo que reuniu atletas de diversas faixas etárias e nacionalidades. O torneio foi realizado no ginásio Ciro Nardi e contou com a participação de competidores desde quatro anos até adultos.

A competição não se limitou apenas a atletas do Paraná, lutadores de outros países sul-americanos também marcaram presença, tornando o evento ainda mais competitivo.

Tatame laranjeirense

Laranjeiras do Sul foi representada por 32 atletas de três escolas da modalidade. O projeto social de Jiu-Jítsu para todos vinculado ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro da Juventude e prefeitura, comandado pelos professores Rafael e Jefferson Rodrigues. 18 atletas participaram e como resultado, dez medalhas de Ouro, seis de Prata e duas de Bronze foram alcançadas. Já os outros atletas das academias Barbosa e Carlson Gracie conquistaram dez medalhas de Ouro, nove de Prata e uma Bronze.

Alunos da KGB academia

Pódio duplo
O destaque entre os competidores é do atleta e sensei Jorge Ruas, que disputou em duas categorias, ‘Pesadíssimo sem Kimono’ e ‘Pesadíssimo com Kimono’, pela Carlson e foi campeão em ambas.
Nas palavras do campeão, as lutas foram muito difíceis, em especial a última luta da categoria com Kimono, onde o atleta participou lesionado. “Na semifinal houve um estiramento no músculo do tríceps e apesar do ocorrido, ganhei as duas e trouxe o ouro para casa”, relembra Jorge.
O sensei também ressalta as dificuldades pra se organizar para os eventos, já que a vida de atleta e de professor ao mesmo tempo, se entrelaça. “Há dez anos sou professor no Porto Barreiro e aqui. Alinhar os compromissos com o treino não é simples, mas o esporte é minha vida e arranjo tempo para tudo”, destaca Jorge.

Próximos passos
Ruas enfatiza o orgulho de vivenciar o crescimento das modalidades, visto a participação em peso da delegação laranjeirense neste e em vários outros campeonatos. “Me sinto otimista com a evolução e o apoio entre as academias para difundir as modalidades na cidade. Nos próximos meses, acontece o ‘Jogos Abertos do Judô’ e certamente, a equipe representará muito bem a cidade”, declara o sensei.

Jorge relata a felicidade com o final da competição, pois conforme ele, o nível do judo e jiu-jitsu no Estado é de excelência. “Alcançamos tantos pódios pela dedicação. O preparo em todas as academias é o princípio de tudo. Temos uma equipe forte e competente, com destaque aos professores Rafael Kurta e Rafael Rodrigues, que são muito dedicados, nos ensinam o melhor do jiu-jitsu e por isso, alcançamos ótimos resultados. Além de mim, vários atletas sagraram-se campeões. Somos vencedores”, comemora.

Competição

Uma característica deste evento é o apelo à solidariedade. Toda a população foi convidada a prestigiar as disputas, bastando para isso a entrega de um quilo de alimento não perecível na entrada. Essa iniciativa não apenas promove o esporte, mas também contribui para causas sociais, auxiliando aqueles que mais necessitam.
“O International Circuit Brazilian Jiu-Jitsu proporcionou um dia repleto de competitividade, técnicas apuradas e o espírito esportivo que caracteriza essa modalidade. Além disso, foi uma oportunidade única para a comunidade local e visitantes acompanharem de perto o talento e dedicação dos atletas, fortalecendo a paixão pelo esporte”, completa o sensei Jorge.