Laranjeiras: obras da Casa de Custódia começam ainda este ano

Ariel José Oro, diretor regional do DEPEN explana sobre a instituição trazida à cidade

Anunciada em 2019, a Casa de Custódia se torna realidade nesse ano, com previsão de licitação para o primeiro semestre.

Em entrevista ao Correio do Povo, Ariel José Oro, diretor regional do Departamento Penitenciário Regional (DEPEN), explana sobre as atribuições da instituição em Laranjeiras.

Visando a necessidade de suprir a demanda da região por vagas, há cinco anos a prefeitura de Laranjeiras do Sul validou a possibilidade da construção de um mini presídio regional.

Contudo, há dois anos, o prefeito Berto Silva, acompanhado de Ariel, participou de uma conversa com o Diretor Geral Francisco Caricati, demonstrando a necessidade e interesse de Laranjeiras em abrigar uma unidade maior. Depois de alguns meses, houve a oferta da Casa de Custódia.

Os projetos da unidade foram finalizados pela Secretaria de Segurança Pública (SESP/DEPEN) e aprovados pelo Ministério da Justiça, com recursos aproximados em R$ 30 milhões para a construção, onde os materiais estão alocados e garantidos.

“O processo licitatório ocorrerá ainda no primeiro semestre de 2022 e a obra se iniciará no segundo, tendo um término previsto para o final de 2023”, afirma Ariel.

Ele disse ainda, que a possibilidade de não realização da obra é zero, uma vez que todas as tratativas foram planejadas e finalizadas, assim como os trâmites entre o Estado e a União, a exemplo da doação do terreno de 43 mil metros pelo município há quase dois anos.

A Casa de Custódia atenderá três regiões, Sudoeste, Centro-Oeste e Campos Gerais, além da Cantuquiriguaçu. Essa modalidade é direcionada para presos provisórios, ou seja, ainda sem sentença condenatória e sua capacidade é projetada para abrigar 752 detentos. Ela é considera uma válvula de escape para resolver o problema de vagas especialmente em delegacias.

O prefeito Berto Silva, comemorou mais esta conquista. “Estou muito feliz, serão aproximadamente 300 agentes e cerca de 400 empregos diretos, pois 40 detentos trabalharão na cozinha”.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades  Facebook |  Twitter |  YouTube |  Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no  Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail