Natan, Kelvin, Agatha e Tainara: laranjeirenses se classificam para o Brasileiro de Kickboxing

Está programado para setembro o Campeonato Brasileiro de Kickboxing. Laranjeiras do Sul tem quatro atletas com vagas asseguradas na competição.

Está programado para setembro o Campeonato Brasileiro de Kickboxing. Laranjeiras do Sul tem quatro atletas com vagas asseguradas na competição. Natan Alves (15), Kelvin Mathias (15), Tainara Alves (15) e Agatha Andrade (7) conseguiram a classificação no sábado (10), na Campeonato Paranaense, disputada no município.
A competição foi promovida pela Federação estadual da modalidade, com supervisão da Confederação Brasileira e organização da secretaria de Esportes de Laranjeiras do Sul. 260 atletas de todo o Paraná participaram. Oito deles eram da cidade-sede. Para ocorrer o Campeonato Paranaense, os atletas, acompanhantes e funcionários fizeram exames da Covid-19 e, de acordo com a organização, três integrantes não puderam entrar no ginásio por conta do resultado positivo do teste.

Desempenho laranjeirense


O técnico Jefferson Rodrigues da Silva, um dos promotores do evento, comentou os resultados da equipe local. “Os quatro que não chegaram são iniciantes, com menos de dois meses de treino, mas chegaram às semi, às quartas. Foram bem. Por outro lado, o Natan Lucas, atual campeão brasileiro, foi campeão nas categorias kick light e light contato. A Tainara Alves foi vice-campeã em kick light e light contato. Tivemos também a pequena Agatha Andrade, de 7 anos, estreando e sendo campeã no point-fight e vice no light-contato”. Quem também se classificou pelo município foi Kelvin Mathias, como campeão no light-contato.

A viagem


Para que os atletas possam ir até ao Rio de Janeiro, Jefferson aguarda uma reunião com a secretaria de Esportes e também aguarda o apoio dos empresários da cidade. “Ir para lá, será um outro nível. O Natan já foi e conseguiu ser campeão em 2019. São quatro atletas, mas tem professores e familiares, então o custo é alto”.

Sucesso


Ele avalia que o Campeonato Paranaense deixa um legado positivo para o município. “Foi um grande sucesso. Mostrou que a arte marcial não é para brigar. Ela serve para diversão, conhecer pessoas novas. Dentro do tatame ensinamos que não existe inimigo. Existe um competidor. Agradeço ao prefeito Berto Silva e ao secretário Rafael Nascimento que deram todo o suporte para que o evento ocorresse. Laranjeiras tem padrão para comportar eventos de qualquer modalidade”.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail