O grande aumento da prática da jardinagem durante a pandemia

Em Laranjeiras, a venda de plantas, vasos e artigos relacionados ao segmento, cresceram consideravelmente durante o período de isolamento

Para fugir um pouco da rotina do isolamento, muitas pessoas têm procurado alternativas diferentes e uma delas é estar em contato com o verde. No quintal ou na calçada, a jardineira contribui para deixar no mínimo o ambiente mais bonito. Um terrário ou uma horta vertical na sacada do apartamento, muitas são as formas encontradas para aliviar o estresse usando as plantas.
Os ambientes ganharam novos usos, as famílias passaram a explorar mais cada canto para ter diversidade nas atividades e as áreas externas se tornaram muito mais integradas à rotina, até por uma questão de saúde mental. É um passatempo que muitos aprenderam a amar, ou se deixaram de lado voltaram a praticar.


Procura
Nas floriculturas e viveiros, cresceu muito a procura por plantas, mudas e materiais de jardinagem.
Segundo Marcos José Winski proprietário da floricultura Verde Sul de Laranjeiras do Sul, a procura por mudas e plantas foi tão grande, que  já existe a falta de fornecimento de algumas espécies e devido a demanda os preços subiram. “Os fornecedores não têm mais matéria para nos mandar, os preços estão elevados e estamos numa briga tentando baixar os valores”.
Segundo o comerciante, os produtores já venderam todo o estoque a longo prazo. “O que tinha de plantas para repassar esse ano – que estivessem em um porte bom – já se esgotou e tem muitas espécies que já não se acham mais no mercado”.


Cultivo
Com a pandemia do novo Coronavírus as pessoas têm se dedicado muito ao cultivo de hortaliças, chás medicinais e plantas de vasos. O conhecimento de como cultivar as plantas é passado de geração em geração nas famílias e entre amigos e nessa época de redes sociais em alta, isso tem ajudado muito a terem grandes ideais e a colocá-los em prática de forma muito eficiente.
“As pessoas têm passado mais tempo em casa e se dedicado a deixar os jardins e hortas mais bonitos, sobra criatividade para organizar os quintais, estão conseguindo concretizar agora o desejo que estava guardado há tempos de mudar a paisagem de casa’’, comenta Marcos.


Terapia
Apesar do momento triste que estamos passando, o isolamento fez com que todos refletissem sobre coisas simples do dia a dia. Entrar em contato com a terra, sujar as mãos, adubar, criar diversas formas de plantios, permite uma sessão de terapia sem custo. É uma forma de esquecer os problemas de uma forma rápida, pelo menos por algumas horas.
“Muitos estão usando as plantas como uma forma de relaxar, trazer calmaria, um estado de paz momentânea proporcionado pelo prazer da jardinagem”, diz o proprietário da floricultura Verde Sul.
Conforme ele, as mudas de hortaliças também têm tido muita procura. “Além de deixar a horta com uma cara linda, tem a vantagem de alimentar a família de forma saudável. Sem contar os chás medicinais que são grandes aliados para a saúde”.


Vasos
Para melhorar o ambiente em casa e no trabalho e mesmo por falta de espaço no quintal, algumas pessoas gostam de investir em flores e folhagens de vasos.
Segundo Josiane Andrade, proprietária da floricultura Flor de Mel, a procura de flores em vasos subiu bastante. “Cresceu muito a procura principalmente de folhagens e plantas de ambientes de decoração interna e decorrente da grande procura os valores triplicaram’’.
Ela também fala que apesar da procura por plantas para o jardim ter aumentado, o mercado de flores de corte –  usadas como decoração principalmente em eventos como casamentos, shows e velórios –  despencou, mas as vendas das flores usadas em buquês não foram afetadas.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail