Prova do PSS é adiada e eleição de diretores fica suspensa

Decisão do Ministério Público fez com que a escolha da direção dos colégios estaduais não fosse feita ontem

A Secretaria de Estado da Educação do Paraná (Seed) suspendeu a eleição para diretores em cerca de 1,7 mil colégios públicos do estado, que aconteceria ontem (9). A decisão veio após pedido do Ministério Público do Paraná, acatado pela juíza Patrícia Bergonse. 
Ao jornal Tribuna do Paraná, a Secretaria de Educação enfatizou que respeita a decisão judicial, mas que vinha planejando as eleições com cuidado e zelo, seguindo o protocolo de segurança contra a Covid-19, incluindo neste a distribuição em todas as instituições de máscaras, álcool em gel, entre outros equipamentos. 
A juíza da decisão Patrícia Bergonse disse que “é clara a possibilidade de contato físico entre os participantes/votantes, com formação de aglomeração não somente das pessoas que irão aos locais de votação, mas também, face a existência de mesas receptoras de votos, mesas escrutinadoras, fiscais, entre outros”.


PSS

Como parte das medidas para conter a circulação do novo coronavírus no Paraná, o Governo do Estado vai adiar em uma semana a prova de conhecimentos do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a contratação de professores temporários para a rede estadual de ensino.
O teste agora será aplicado no dia 20 de dezembro ao invés do dia 13. O processo segue com as mesmas regras, apenas a data da prova foi adiada. A lista final dos candidatos com inscrição deferida e os locais de prova serão divulgados em breve.
Pela lista provisória já divulgada, cerca de 40 mil dos 47 mil inscritos estarão aptos a realizar a avaliação nos 32 Núcleos Regionais de Educação (NREs).
O processo seletivo prevê a contratação de pelo menos 4 mil profissionais para lecionar nas unidades do Estado em 2021. É possível, inclusive, haver ampliação das vagas. Os salários podem chegar a até R$ 3.720.
O Governo do Estado ressalta que serão tomadas todas as medidas de segurança e de higiene para a realização da prova. No dia da avaliação, os locais de teste serão higienizados previamente e terão álcool gel à disposição para manuseio de objetos.
Será obrigatório o uso de máscara e todos os envolvidos vão passar por medição de temperatura na entrada. Os candidatos também vão receber orientações para o distanciamento social na chegada e as carteiras terão espaçamento mínimo de 1,5 metro.