Sete anos de Sicoob: desafios, crescimento e parcerias

A Sicoob comemorou na semana passada, seus sete anos em Laranjeiras do Sul, em um encontro que reuniu representantes de

A Sicoob comemorou na semana passada, seus sete anos em Laranjeiras do Sul, em um encontro que reuniu representantes de grandes instituições do município como a Cooperativa Coprossel e a Associação Comercial e Empresarial de Laranjeiras do Sul  (Acils).

“Nossa cooperativa passou por muitos desafios. Fomos a última de crédito a chegar em Laranjeiras, enquanto outras, co-irmãs, já estavam aqui há mais de 30 anos. Além disso, o mercado é extremamente competitivo por conta dos bancos comerciais e públicos, mas, mesmo assim, possuímos um crescimento acima de 50%. Ou seja, a concorrência é desafiadora, mas também é muito sadia”, afirmou Gizélio Linhares, gerente regional do Sicoob.

Outro ponto forte ressaltado por Gizélio, está relacionado ao atendimento personalizado e as parcerias realizadas pela intercooperação, um termo que em muitas vezes existe apenas na teoria. “Muitas vezes, quando se fala em atendimento personalizado, a única preocupação é vender aquilo que é a meta da instituição financeira. Nós procuramos fazer o inverso: ajudar o nosso cooperado a realizar a meta dele e que isso seja uma forma de nos ajudar a cumprir a nossa”, pontuou.

Conforme Duda Andreetta, gerente da agência de Laranjeiras, na cidade a cooperativa tem um crescimento exponencial acima da média. “Dentro desses sete anos temos mais de 1.700 associados e a maior carteira de crédito rural de toda Sicoob do Paraná”.

Na comemoração dos sete anos, foi renovada e melhorada a parceria entre Sicoob e Acils. “O presidente da associação, Flávio Trento, assinou conosco uma parceria, para carteira de convênios, seguros, cobranças, consórcios, taxas para financiamentos e esse é nosso objetivo melhorar a vida das pessoas que estão ao nosso redor”.

Para Flávio Trento, presidente da Acils, ter o Sicoob em Laranjeiras é importante porque  fomenta o mercado, agilizando empréstimos com juros mais competitivos. “Nessa época que estamos atravessando essa dificuldade da pandemia, o Sicoob sempre foi parceiro das empresas, auxiliando-as a se manter de pé. Renovamos o convênio e o associado que vai até a agência do Sicoob vai fazer um bom negócio”.

Agronegócio

Para Gizélio, do agro é tão grande que ele não está só consolidando a economia do país nos braços, mas está também fazendo com que as cooperativas de crédito caminhem a passos largos. “Podemos dizer sem medo de errar, que de 70 a 80% do nosso resultado advém do agro”.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail