Valeide Scarpari: “Tenham coragem e acreditem no poder que há dentro de cada uma de nós”

Conhecida na área da saúde, foi a vereadora mais votada e é a única mulher ocupando uma cadeira no Legislativo de Laranjeiras

Valeide Scarpari Lascoski é vereadora de Laranjeiras e além de ser a  mais votada, foi a única mulher eleita no último pleito. Ela nasceu no então distrito de Barreirinho, que na época pertencia a Laranjeiras, hoje Porto Barreiro.

Valeide é uma das filhas mais novas de uma família de cinco irmãos. De famíla simples e tradicional, ela e seus irmãos tiveram uma educação rígida. “Até hoje falo, que quando um aprontava todos apanhavam junto, meus pais sempre cobraram muito de nós, não tinha moleza”.

Funcionária pública há muito anos, a vereadora ficou conhecida trabalhando na Saúde, muito querida e respeitada, sempre disposta a ajudar quem a procurava.

Começou sua carreira no setor público em 1990, seu primeiro cargo foi no administrativo da prefeitura. “Comecei na secretaria das escolas, na época numa escolinha em Campo do Bugre, quando Rio Bonito ainda pertencia a Laranjeiras. Depois entrei na área da Saúde, eu não sabia nada mas tive pessoas que me ensinaram muito, especialmente Lecir Meletti Bitttencourt, carinhosamente conhecida como Leci (em memória).

Valeide é casada há 26 anos e tem um filho de 20. Terminando a faculdade de administração, ela lembra que logo que terminou o ensino médio queria fazer faculdade, mas as condições eram difíceis, sem contar à distância.

Depois de casada, ela sempre teve o apoio de seu marido que a ajudou e esteve ao seu lado em todos os desafios. “Meu marido sempre foi muito companheiro, logo que casamos ele trabalhava como caminhoneiro, brinco que cuidei do meu filho praticamente sozinha até os 7 anos, eu trabalhava e cuidava dele e da casa”.

Política

Valeide conta que dois de seus irmãos, sempre foram envolvidos com a política, mas que ela nunca imaginava fazer parte. “Foram surgindo convites, há umas duas campanhas atrás já haviam me convidado mas acabei não aceitando, pois eu pensava se isso era pra mim mesmo. Até que nesta última falei: agora vamos lá”.

A vereadora revela que a campanha acaba sendo cansativa e que desde o primeiro dia como candidata, estava preparada tanto para ganhar quanto para perder. “Mesmo com todos a minha volta dizendo que eu tinha grandes chances, eu nunca perdi o foco, porque no final a gente nunca sabe o que vai acontecer”. Ela conta ainda, que perdeu muito o sono e que a preocupação era muito grande mesmo estando preparada para qualquer resultado. “Há um envolvimento emocional muito grande e pensamento de se vai dar certo ou não, porque existe uma expectativa”.

Sempre contando com o apoio de toda família na campanha, especialmente do marido e do filho, a vereadora diz que a família é a base de tudo.

Sendo a única mulher no Legislativo, ela diz que apesar de estar no meio de tantos homens é respeitada e muito bem tratada. “Trabalhamos juntos pra fazer algo bom para o município, não existem mais adversários”.

Ser mulher…

Na visão de Valeide, apesar das mulheres terem evoluído muito, ainda há muitas dificuldades. Ela acredita que a presença e o empoderamento na politica é um grande degrau alcançado. A vereadora dá um grande conselho: “nunca é tarde para estudar, pois assim terão chance de ter um emprego melhor, adquirindo conhecimento, conhecendo pessoas e criando oportunidades de crescimento”.

“A mulher tem que ter atitude e tem que se impor. O poder da mulher não está na beleza física, mas sim na alma e no coração guerreiro de cada mulher. Tenham coragem e acreditem no poder que há dentro de cada uma de nós”.