“O Salvador da Pátria” será reprisada a partir de abril na TV

Na onda de reprises que toma conta da televisão brasileira, em abril um dos marcos das novelas retorna ao ar.

Na onda de reprises que toma conta da televisão brasileira, em abril um dos marcos das novelas retorna ao ar. “O Salvador da Pátria”, de Lauro César Muniz, será a substituta de “Sassaricando”, na faixa das 14h15 e 00h30, a partir de 12 de abril, no Canal Viva.

Exibida originalmente entre 1988 e 1989, no horário das 20, a trama conta a história de Sassá Mutema (Lima Duarte), um homem simples, analfabeto e do campo, que acaba chegando à prefeitura da fictícia Tangará e se rebela contra forças corruptas, tendo o apoio da professora Clotilde, por quem ele se apaixona. 

Na época em que o folhetim foi exibido, houve quem acreditasse que Sassá Mutema fosse a personificação de Lula, numa tentativa de auxiliar o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) nas eleições presidenciais de 1989. 

A novela teve 62 pontos de média e está entre as de maior audiência da história da TV brasileira. Foi reprisada em 1998 no Vale a Pena Ver de Novo, mas teve seus 186 capítulos condensados em 88 capítulos.  No Viva, será apresentada pela primeira vez e na íntegra. 

No elenco: Lima Duarte, Maitê Proença, José Wilker, Tássia Camargo, Susana Vieira, Luthero Luiz, Francisco Cuoco, Betty Faria, Lúcia Veríssimo, Thales Pan Chacon, Lucinha Lins, Cecil Thiré, entre outros. 

Além de “O Salvador da Pátria”, o Viva prepara outra estreia para abril. Com o fim de “Mulheres Apaixonadas”, o canal deve levar ao ar “Da Cor do Pecado”, novela das sete de João Emanuel Carneiro exibida entre 2004.