Bandidos da Gangue da Dinamite transformam cidade paranaense em praça de guerra

Notícias Policiais

  • Compartilhe Essa Notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Em um cenário de guerra. Foi assim que os moradores de Piraí do Sul (região dos Campos Gerais) acordaram na madrugada desta quarta-feira (10). Explosão e tiros deram a trilha para as cenas de violência e afronta protagonizada pela “Gangue da dinamite”.

Desta vez, o alvo dos criminosos foi a agência do Sicredi, que fica na área central do município, mas os tiros foram disparados desde a entrada dos bandidos na cidade.

Em março de 2016 uma ação semelhante foi realizada na cidade só que o alvo foi a agência da Caixa Econômica Federal.


Nesta quarta-feira a atividade criminosa inciou por volta das 4h, quando rajadas de tiros foram ouvidas em várias partes da cidade. Armados com pistolas, fuzis e metralhadoras, eles dispararam dezenas de tiros por toda a cidade para intimidar os moradores e espalharam ‘miguelitos’ (pregos retorcidos usados para furar pneus) para impedir a ação das forças policiais do município.

Vitrines foram atingidas e a porta de vidro da cooperativa de crédito foi destruída pelos tiros.


Conforme as testemunhas informaram às autoridades, cerca de 15 homens fortemente armados agiram no local e fugiram em direção à saída para Ventania. Um carro teria sido incendiado nas proximidades do destacamento da Polícia Militar da cidade, para impedir qualquer reação dos policiais.

Equipes das polícias Civil e Militar de toda a região foram acionadas. Peritos do Instituto de Criminalística de Ponta Grossa foram até a cidade para levantar informações no local do crime. Os marginais não fizeram reféns e atem o fechamento da matéria ninguém havia sido preso.

  • Compartilhe Essa Notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter