Virmond

Cresol entrega dois tratores a cooperados de Virmond

“Quem quiser financiar um equipamento novo é só chegar na agência e atualizar seu cadastro”, declara Juliana Signor, gerência da agência
Elcio Fedrecheski cooperado, Sergio, presidente da Cresol Vale das Águas (Foto: Assessoria)

Ontem (8), no período da manhã, foram entregues dois tratores, financiados através do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, em parceria com a Cresol.

Segundo a gerente da Cresol de Virmond, Juliana Signor, o BRDE é uma organização que repassa recursos a Cresol, através da Emater. “Com esses recursos são feitas as contratações, a entrega de equipamentos e a principalmente a realização do sonho do nosso cooperado”, afirma.

Os tratores foram entregues para Elcio Fedrecheski e Alderico Mierzeva. “Na parte da manhã foi feita toda a parte política da entrega, mas toda a parte burocrática de documentação e cédula, já havia sido começada anteriormente”, completa.

“Para quem quer financiar algum equipamento, é só chegar na cooperativa para realizar todo o procedimento de atualização cadastral, e através da cooperativa ele se dirige a Emater para fazer a solicitação. Depois de aprovado, ele volta a cooperativa, e, nós iniciamos o procedimento burocrático de documentação”, complementa.

 

Os beneficiados

Segundo o presidente da Cresol Vale das Águas, Sergio Bukovski, a entrega foi realizada em frente a agência da Cresol em Virmond, e os beneficiários são cooperados dessa mesma agência.

“Os cooperados adquiriram esses tratores através de um programa federal, onde as taxas de juros, são de 4.6 ao ano, e receberam um subsídio por estar adquirindo esses equipamentos. Os tratores custavam em torno de R$ 133 mil, e eles conseguiram adquirir por R$ 108 mil”, completa.

Alderico Mierzva cooperado, Adilio, vice-presidente Cresol Virmond/Foto: Assessoria

Produção

Segundo Elcio Fedrecheski, um dos beneficiados desse projeto, a vinda desse trator ajudará muito em sua produção, e ele se sente muito feliz em adquirir esse novo equipamento.

Para Alderico Mierzeva, o trator ajudará a capinar a roça, sem o uso de venenos, e sem prejudicar a saúde. “Se não tiver um trator hoje em dia não faz nada. Para o agricultor, o trator é tudo. Serve pra tudo, vale por uns dez homens na lavoura”, completa.