Leão Gaúcho entra na terceira idade e ganha casa nova, sem escadas, no zoo

Saúde

Com uma lesão na pata, felino foi colocado em um recinto mais apropriado

  • Compartilhe Essa Notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Catve
Catve

Quem vê o Rei da Selva assim, anestesiado, inofensivo, quase esquece que ele é um dos maiores e mais temidos predadores da natureza.

A anestesia foi necessária para que funcionários do Zoológico Municipal de Cascavel fizessem a troca do leão Gaúcho de recinto.

De acordo com Ilair Dettoni, médico veterinário responsável do zoológico, a troca de recintos foi realizada após orientações de profissionais do Centro Universitário FAG. "Ele é um leão da terceira idade e precisa de um local sem degraus", conta o profissional.

Foram necessárias três doses de medicamento para que o felino de 170 quilos pudesse ser movido. E, apesar de cinco pessoas auxiliarem, o trabalho não foi um dos mais fáceis. "A parte mais difícil é o transporte, em cinco pessoas mesmo assim é complicado".

O leão, que está há sete anos no zoológico de Cascavel, foi resgatado de um circo. Com 12 anos, ele já se encaminha para a velhice e já não está tão ativo quanto antes.

Ainda segundo Dettoni, durante a anestesia, profissionais do zoo aproveitaram para fazer a coleta de sangue e de amostras, para garantir que o leão esteja saudável.

O medicamento tem efeito de aproximadamente 30 minutos. No entanto, Gaúcho deve ficar até o fim da tarde sob efeito da anestesia. Dettoni garante que na quinta-feira (19) ele já estará se exibindo para o público.

 

Catve

  • Compartilhe Essa Notícia
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter