Política

Quem é Sargento Fahur, o deputado federal campeão de votos no Paraná

(Foto: Divulgação)

Com 99,74% das urnas apuradas Sargento Fahur, do PSD, totaliza 314.229 votos e se consagra como o mais votado e o maior fenômeno eleitoral entre os candidatos a deputado federal.

Sargento Gilson Cardoso Fahur é paranaense, natural de Londrina, casado, católico e por 35 anos atuou como policial militar rodoviário. Foi integrante da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Metropolitanas) da 4ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual do Paraná (PRE), cuja lotação é na cidade de Maringá.

Ele se tornou nacionalmente conhecido pelo sucesso nas operações em que liderou e também pela linha dura na sua atuação como policial militar rodoviário em que realizou grandes apreensões de entorpecentes que ganharam o noticiário local e nacional.

Somado a isso, também se tornou notório por suas declarações enérgicas contra criminosos em entrevistas a reportagens jornalísticas que viralizaram pelas redes sociais, particularmente aquelas contra o narcotráfico. Tem uma posição firme contra a legalização das drogas, a favor da pena de morte e defende o direito da população civil a ter posse e porte armas.

Em suas páginas no Facebook, ele conta atualmente com mais de 2 milhões de seguidores, além de possuir outras dezenas de milhares no Twitter, Instagram e Youtube. Em suas postagens nas redes sociais, ele costuma publicar frequentes mensagens contra criminosos. Ele foi candidato em 2014 a Deputado Federal e obteve 50.608 votos (0.89%) e, embora não eleito, se tornou primeiro suplente na respectiva coligação.

Em maio de 2015, o programa humorístico Pânico na Band apresentou o personagem cômico "Sargento Fagur", em referência ao policial paranaense, sendo interpretado pelo humorista Márvio Lúcio dos Santos Lourenço, o "Carioca". Em abril de 2017 o personagem voltou a aparecer na atração.

Em 2017, com a aposentadoria compulsória prevista na legislação estadual do Paraná, entrou para a Reserva Remunerada da Polícia Militar do Estado do Paraná, após 35 anos servindo na corporação.