Jornal Correio do Povo

Surtado homem mata farmacêutico que não vendeu remédio controlado sem receita

Por volta das 17 horas desta quarta-feira (12), um homem de 29 anos identificado como Marcelo Gimenes Natel atirou em duas pessoas e matou uma delas na região do Jardim Atlântico, em Cianorte. Segundo informações da Polícia Militar, ele atirou contra a própria mãe, Armelinda Gimenes Natel, e saiu em uma Honda CG 125 de cor vermelha, de placa AGP – 6197, pelas ruas do bairro.
Em seguida, foi até a Farmácia Atlântica, na Avenida Atlântica, e atirou na cabeça no dono do estabelecimento, Anderson Rodrigo Anibal, de 29 anos. Segundo mostra o vídeo extraído das câmeras de segurança do local, o suspeito parou do lado de fora do estabelecimento, jogou um cartucho da arma dentro da farmácia, e quando o dono foi até a porta para verificar do que se tratava foi instantaneamente atingido pelo tiro.
Após a verificação do vídeo, Policiais Civis que assumiram a investigação constataram que o crime não se deu por tentativa de assalto. Segundo informações de testemunhas, a vítima estava sozinha no momento do homicídio. O irmão de Anderson, que também trabalha na farmácia, chegou minutos depois e encontrou o corpo.

Diversas viaturas da Polícia Militar e Polícia Civil de Cianorte chegaram rapidamente ao local e isolaram a área. Familiares e amigos de Aníbal também foram ao local e ficaram muito abalados com a morte. O corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Campo Mourão.
Segundo a PM, os tiros foram disparados por uma espingarda calibre 24 e o suspeito fugiu em sua motocicleta em direção a São Tomé, passando pela Estrada Bernadelli. O suspeito tem passagem pela polícia pelo crime de roubo registrado em 2016 e sofre de esquizofrenia. Segundo a PM, já esteve internado em hospital
psiquiátrico.
Segundo informações da PM, o suspeito teria tentado comprar um medicamento controlado sem prescrição médica e a vítima teria negado a venda, seguindo a legislação; mais tarde, o suspeito teria falado à mãe que iria matar o farmacêutico e na tentativa de impedi-lo ela também foi baleada.
A mãe do suspeito foi levada para o Hospital Santa Casa de Cianorte e até o fechamento desta edição havia sido encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

 

Tribuna de Cianorte