Responsivo

Paif discute a importância da afetividade desde a gestação

Além das reflexões, houve a entrega do Kit Natalidade. Segundo a secretaria de Assistência Social, Thalita Onetta a aquisição de produtos de enxoval de bebê, atende ao ‘Amor Materno em Foco’, programa municipal de apoio à maternidade

O Centro de Referência da Assistência Social (Cras) de Nova Laranjeiras promoveu uma reunião para as gestantes atendidas pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif). Sob a orientação da Psicóloga Sara Stuber, do Cras, o encontro focou na relevância dos vínculos afetivos desde o ventre até os primeiros dias de vida do bebê.

Reflexão
O cerne da reunião foi a reflexão sobre os laços entre mãe e filho. “É fundamental que desde a gestação as mães compreendam a importância de estabelecer vínculos afetivos sólidos com seus bebês, pois isso impacta diretamente no desenvolvimento emocional e cognitivo da criança”, destacou a psicóloga Sara Stuber.
A secretária de Assistência Social Thalita Onetta destaca a importância da atuação da psicóloga. “Ela contribui passando informações relevantes sobre a primeira infância, auxiliando as gestantes a compreender a importância dos primeiros mil dias do desenvolvimento da criança para que cresçam saudáveis emocional e cognitivamente”.

Kit Natalidade
Além das reflexões, houve a entrega do Kit Natalidade contendo os seguintes produtos: banheira infantil, cueiro, fraldas descartáveis, 3 bodys P, M e G, kit de touca, meia e luva, manta, sabonete infantil, shampoo infantil e toalha de banho. A secretária explica que a aquisição de produtos de enxoval de bebê, atende o programa Amor Materno em Foco, programa municipal de apoio à maternidade, em conformidade com a Lei Municipal 1305/2023.

Apoio às famílias
O Paif é um serviço oferecido em todos os Cras, com o objetivo de apoiar famílias em situação de vulnerabilidade social. O trabalho desenvolvido visa fortalecer os laços familiares, prevenir rupturas, promover acesso a direitos e contribuir para a melhoria da qualidade de vida.
Para Thalita, o fornecimento desse apoio emocional e material às gestantes e famílias vulneráveis da comunidade é fundamental. “O benefício eventual de auxílio natalidade constitui-se em um auxílio temporário, não contributivo da assistência social, para reduzir a vulnerabilidade provocada pelo nascimento de um membro da família”, explicou a secretária.

Atividades do Paif
Entre as atividades oferecidas pelo Paif estão atendimento às famílias, visitas domiciliares, orientações e encaminhamentos a outros serviços governamentais. O serviço também promove ações comunitárias, como palestras e eventos, para auxiliar a comunidade na resolução de problemas cotidianos.
A secretária ressaltou a importância do Paif na promoção do vínculo afetivo entre mães e bebês. “O principal objetivo é fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir rupturas dos vínculos e promover o acesso a direitos, especialmente para as populações mais vulneráveis, como os indígenas”, finaliza.