Quedas deve implantar a Guarda Municipal a partir de 2022

Segundo o prefeito Elcio Jaime, a segurança pública é responsabilidade de todos e o município deve ter uma nova visão

Em reunião realizada no início de semana na prefeitura de Quedas do Iguaçu, o prefeito Elcio Jaime da Luz, reuniu todos os secretariados e como convidado GM Peruchi, Curitiba.
Em seu discurso o prefeito Elcio Jaime da Luz comentou que desde o primeiro dia de gestão já está trabalhando na segurança pública. “Eu falo por Curitiba, onde em muitas cidades quem controla a segurança já são as guardas, mostrando que efetivamente é possível fazer segurança pública com a chamada polícia comunitária”, disse o chefe do Executivo, Elcio Jaime.

Ele destacou ainda a utilização do número de telefone 153, para acionar as guardas municipais em qualquer lugar do País.
Jaime, citou que pensar em Guarda Municipal é desmistificar de uma vez a ideia de que a guarda serve apenas para zelar do patrimônio público do município. “Ela se faz necessária em todas as esferas, seja da União, estados ou municípios”. Ele disse ainda, que o artigo da CF diz que, a segurança pública é obrigação do Estado, mas é responsabilidade de todos e chamou a atenção que, o município deve ter uma nova visão sobre a segurança”.

Estruturar


Elcio afirmou acreditar que um município que venha a criar uma guarda, tem uma visão diferenciada e mais firme no combate à criminalidade. ”É necessário que a população saiba o porquê e qual a importância da criação da Guarda em Quedas”.

E acrescentou que existem muitas possibilidades de estruturar uma guarda municipal através de doações de outros órgãos, com custo reduzido para o município.
Ao finalizar o seu pronunciamento. O prefeito agradeceu a presença doa profissionais de outros municípios como o GM Peruchi de Curitiba, equipe da guarda de Foz do Iguaçu acompanhado do secretário de Segurança Pública Reginaldo da Silva, inspetor Fagundes e o GM Tavares da Defesa Civil ( municipalizada). “Numa administração temos que elencar as prioridades, como a saúde, educação e segurança”, afirmou Elcio.

Segurança

Segundo o Sargento Andrade, o trabalho da Guarda Civil Municipal terá um perfil comunitário, com objetivo de contribuir com a segurança pública, mas permanecendo sempre próximo à população quedense.

“As rondas na entrada e saída de escolas devem ser uma das formas de atuar da GCM”, exemplificou  Andrade.

“Nosso objetivo é promover segurança e para isso temos que estar próximos da comunidade, por isso, essa deve ser a principal marca do nosso trabalho”, acrescentou.
O assessor de Assuntos Estratégicos Emerson Prado, relembrou que a Guarda Municipal é um compromisso do governo Elcio Jaime.

“Elcio Jaime e o sargento Andrade, tem se empenhado muito em cumprir com o compromisso que está no plano de governo, junto à população e graças a Deus, vamos conseguir cumprir mais este item do nosso plano de governo, com a implantação da Guarda Civil Municipal, para dar mais segurança para a população”, disse o Prado.

“A segurança pública é algo que tem que ser valorizado e o município tem que pensar em ter uma segurança pública própria, sem esperar apenas as ações do governo do Estado”, finalizou Emerson.

Dos princípios


Art. 3º São princípios mínimos de atuação das guardas municipais
I – proteção dos direitos humanos fundamentais, do exercício da cidadania e das liberdades públicas;
II – preservação da vida, redução do sofrimento e diminuição das perdas;
III – patrulhamento preventivo;
IV – compromisso com a evolução social da comunidade; e
V – uso progressivo da força.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *