Férias escolares: dicas para a alimentação da criançada

O primeiro ponto a ser observado é não pular as refeições

Com a chegada das férias escolares é preciso cuidado redobrado com a alimentação dos pequenos. A rotina se altera, as crianças acabam dormindo mais tarde, e acordando mais tarde também, pulando algumas refeições e o pique delas consome mais energia para conciliar tantas brincadeiras e passeios.

A ida à casa da avó e dos amigos é mais constante e as guloseimas açucaradas reforçam os lanches.

O primeiro ponto a ser observado é não pular as refeições, que deverão seguir os horários estabelecidos para café, almoço, jantar e lanches.

Os doces estão liberados, ocasionalmente, principalmente após o almoço. Conforme orientação do médico ou nutricionista, o açúcar poderá ser substituído por adoçante de stevia e também o mel.

O açúcar deverá ser retirado da alimentação caso se tenha um diagnóstico de diabetes, ao contrário o açúcar poderá ser usado moderadamente. Os médicos ainda orientam que o açúcar demerara e mascavo são mais saudáveis do que o produto refinado.

A dieta infantil deverá conter gordura, carboidratos, proteínas e fibras. Um cardápio leve, principalmente intercalando com frutas, verduras, frutas e tubérculos. Raízes como inhame, batata, macaxeira e poderão compor o cardápio da criançada juntamente com uma proteína.

Alimentos fritos deverão ser substituídos por grelhados e assados. As frutas com vitamina C, feito a laranja e a acerola ajudam a aumentar a imunidade dos pequenos.

A hidratação neste período é fundamental para evitar complicações nos rins e nos intestinos. Água de coco, sucos naturais (de preferência sem açúcar), chás e água estão liberados. O refrigerante está relacionado ao aumento de peso e diabetes, portanto, deve ser evitado, bem como os alimentos embutidos e com excesso de corantes.

Quer ficar por dentro das novidades? Então nos acompanhe pelo Facebook | Twitter | YouTube | Instagram. Também temos nosso grupo de notícias no Whatsapp, todo dia atualizado com novas matérias.

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail