Maior sucesso da história, Tieta estreava há exatos 30 anos

Baseada no livro de Jorge Amado, a novela registrou a maior audiência de uma telenovela brasileira, marcou época e ainda é lembrada pelo público

No dia 14 de agosto de 1989, há exatos 30 anos, estreava, no horário das 20 horas da a novela Tieta. Escrita por Aguinaldo Silva, Ricardo Linhares e Ana Maria Moretzsohn, baseada na obra literária de Jorge Amado, o folhetim ambientado em uma fictícia cidade baiana é recheado de fatos curiosos.

Um fenômeno do acaso

Logotipo da novela/Foto: TV Globo

 

Exibida em 196 capítulos, Tieta foi protagonizada por Betty Faria, José Mayer e Joana Fomm – como a inesquecível vilã perpétua. A produção da novela foi a toque de caixa. Quando O Salvador da Pátria ainda ocupava o horário, a Globo decidiu que sua então substituta, Barriga de Aluguel, não seria mais exibida na sequência, por conta da excessiva carga dramática. A história de Glória Perez foi remanejada para o horário das 18 horas e exibida no ano seguinte.

Com a decisão, a emissora precisou agir rápido e produzir em tempo recorde uma nova produção. Boni, então vice-presidente do canal, escolheu a dedo a obra de Jorge Amado e deu a Aguinaldo Silva a missão de readaptar a história para a TV.

Em entrevista, o autor revelou que precisou criar novas personagens e tramas, o que de certa forma, distanciou a novela da obra original. Aguinaldo justificou que o livro não renderia uma novela.

Sinopse

Joana Fomm robou a cena ao interpretar a vilã do folhetim: a beata Perpétua/Foto: TV Globo

 

A história é ambientada em Santana do Agreste, no litoral da Bahia. Uma cidade sem energia elétrica e qualquer outra tecnologia da época. Tudo começa nos anos 1960, quando Tieta é expulsa de casa pelo pai, por conta de seu comportamento libertino. Ela vai embora para São Paulo e só retorna 25 anos depois. Rica, Tieta altera a rotina da cidade e de seus habitantes. Antes escorraçada, a moça passa ser bajulada por todos, por conta de seu dinheiro e acaba se envolvendo com seu sobrinho, filho da irmã, Perpétua, que apronta todas conta Tieta.

Temas abordados

A novela levantou polêmicas diversas ao abordar, ao longo da história, temas como: incesto, abuso sexual, fanatismo religioso, concubinato, cárcere privado, prostituição, poliamor e até homossexualidade.

Audiência

Até o início da década de 2010, Tieta ocupava o posto de 3ª maior audiência da história das novelas brasileiras, atrás de Roque Santeiro (1º) e Vale Tudo (2 º). Porém, após uma revisão dos números, constatou-se que a folhetim baiano liderava o ranking.

Seu 1º capítulo registrou 66 pontos – para se ter ideia, a estreia de A Dona do Pedaço marcou 35. Sua menor audiência foi registrada no dia 23 de dezembro de 1989, quando consolidou 49 pontos.

O recorde foi registrado em 27 de março de 1990: 81 pontos. O último capítulo alcançou 78.  Na média geral, Tieta fechou com 65 pontos.

A novela foi reprisada em duas ocasiões. A primeira, entre 1994 e 1995, no Vale a Pena Ver de Novo, registando média de 27 pontos no Ibope, índice bastante satisfatório. Em 2017, foi reapresentada no Canal Viva, novamente com grande repercussão.

Remake

Em 2011, a Globo criou um novo horário de novelas: às 23 horas. Dedicada aos remakes, a faixa se caracterizou também por suas tramas de menor duração: entre 60 e 80 capítulos. A primeira história a receber uma nova versão foi O Astro, de Janete Clair, exibida originalmente em 1977. No ano seguinte, foi a vez de Gabriela. Em 2013, Saramandaia foi o ar.

Neste período, rumores apontavam para uma possível regravação de Tieta. O assunto gerou muita discussão entre o público e até comentários entre os atores que participaram da versão de 1989. Fato é que tudo isso ficou só na conversa: o remake nunca saiu do papel – se é que esteve nele – e a emissora passou a ocupar o horário com novas histórias, em vez de novas regravações.

Comentários

E você? Assistiu Tieta em alguma exibição? O que você lembra da novela que não foi citado na matéria? Gostaria de rever a trama? Conte nos comentários! 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail