Cadastrados no Nota Paraná podem conferir emissão do documento pelo aplicativo e site

Após realizar a compra, o cidadão pode acompanhar se o documento consta no seu cadastro e conferir o total de notas emitidas em cada mês

Consumidores que pedem CPF na nota de suas compras no comércio varejista devem ficar atentos quanto à emissão do documento, contribuindo no combate à sonegação fiscal no Estado. Isso é possível pelo aplicativo Nota Paraná e pelo site do programa.

Depois de realizar a compra, o cidadão pode acompanhar se o documento consta no seu cadastro e conferir o total de notas emitidas em cada mês. Pelo aplicativo, basta clicar na aba “Minhas Notas”. No site, o consumidor precisa completar o acesso (com usuário e senha) e clicar em “Minhas Notas”.

A ferramenta permite ver o nome do estabelecimento e a data de emissão da nota. Isso facilita para conferir se a nota foi emitida ou não. O prazo é de 24 horas para o documento constar no perfil do cadastrado.

Se o consumidor perceber que a nota não foi emitida, ele pode fazer uma denúncia através do aplicativo do Nota Paraná ou do site na aba “Denunciar Loja”. Para isso precisa apenas do comprovante de pagamento para provar a compra.

Por meio da denúncia, além de contribuir para a fiscalização da sonegação fiscal, o contribuinte não têm prejuízo durante os sorteios do programa e a liberação de créditos. Cada nota fiscal emitida conta para a geração dos bilhetes que são sorteados mensalmente, com prêmios de até R$ 1 milhão, e também para o cálculo de créditos devolvidos aos consumidores.

Vale ressaltar que o comprador registre a reclamação ao perceber que a nota fiscal não consta no aplicativo, pois o fornecedor pode, com a denúncia, corrigir a falha.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail