Doação de sangue agora deve ser agendada. Entenda o que mudou com a pandemia

O Hemocentro Regional de Guarapuava segue recebendo doações de sangue. De acordo com a chefe-técnica do órgão, Cláudia Franciosi, em

O Hemocentro Regional de Guarapuava segue recebendo doações de sangue. De acordo com a chefe-técnica do órgão, Cláudia Franciosi, em entrevista à Rádio Campo Aberto, com as cirurgias eletivas suspensas no Paraná, a procura por sangue diminuiu e, portanto, o estoque está sendo suficiente.

No entanto, ela alerta que essa é uma situação que pode ser passageira e que as pessoas devem seguir fazendo as doações. 

Por conta da pandemia, a doação agora precisa ser feita em Guarapuava, com agendamento por telefone ou e-mail. “Está sendo feito assim para evitar uma aglomeração no nosso saguão. Nossa sala de coleta também foi adaptada. Normalmente, coletamos sangue de quatro doadores e agora coletamos apenas de dois, para que haja um distanciamento entre eles”.

Com a pandemia, as coletas que eram feitas em toda a região foram suspensas. Portanto, quem é da região de Laranjeiras do Sul e Pinhão e pretende doar sangue agora precisa ir até Guarapuava.

Para ser um doador, é necessário estar saudável e, sobretudo, não ter sintomas da Covid-19. “

“Os exames de verificação são realizados na hora. No dia da doação, o voluntário passa pela triagem clínica e nela já conseguimos verificar se está apto ou não. A pessoa precisa pesar acima de 50 quilos e, neste momento, se tiver febre ou algum sintoma gripal ou mal-estar, aguardar 15 dias para então poder procurar o Hemocentro”, explica.

O intervalo mínimo entre doações feita por mulheres é de três meses, enquanto para homens o período é de dois meses.

Teste de imunidade

Além das doações de sangue, Cláudia informa que o Hemocentro de Guarapuava está realizando testes de imunidade em pessoas que já tiveram o novo coronavírus.  “Estamos fazendo a coleta do plasma hiperimune, que é o plasma daquelas pessoas que já tiveram a Covid-19. Quem não foi internado na UTI pode entrar em contato com o Hemocentro. Além dos exames de rotina, fazemos o teste do IGG, para ver se a pessoa está imune, quando está, e se tiver uma titulação acima de 1,4 o plasma dessa pessoa pode ser transfundido em pacientes que estão internados com a doença”. 

Em Guarapuava, o Hemocentro fica localizado na rua Afonso Botelho, número 134. As coletas ocorrem de segunda a sexta-feira, das 8 às 11 horas e das 13 às 16.

O telefone para agendamento é o (42) 3223-2819, enquanto o e-mail é  “[email protected]”.

BOX

Orientações o doador de sangue:

*Estar bem-alimentado, mas evitando comidas gordurosas nas três horas que antecederem o procedimento;

* Dormir ao menos 6 horas nas últimas 24 horas

*Quem tem entre 60 e 69 pode ser doador, desde que já tenha feito isso antes dos 60 anos;

Os impedimentos temporários:

*Sintomas da Covid-19 – gripe, mal-estar, febre;

*Gestantes e pós gestantes (90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana);

*Amamentação (12 meses após o parto);

*Ingestão de bebida alcóolica em até 12 horas antes da doação;

*Ter feito tatuagem ou piercing nos últimos 12 meses – piercing na cavidade oral (região dos lábios) ou na região genital impedem a doação;

*Extração de dentes (72 horas)

*Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses;

*Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses;

*Transfusão de sangue: 1 ano;

*Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;

*Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;

*Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição).

Os impedimentos definitivos:

*Ter passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade;

*Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue:  *Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;

*Uso de drogas ilícitas injetáveis;

*Malária.