Ensino Fundamental I: Virmond lidera Ideb da Cantu e Goioxim é o que mais cresceu

Com uma única escola municipal, os estudantes da “Varsóvia Brasileira” conquistaram 7,1 pontos na Prova Brasil de 2019. Goioxinenses foram de 4,6 em 2017 para  5,8 no último exame 

De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Virmond tem uma população estimada em 3,9 mil habitantes. Reconhecida por conta da colonização polonesa, o município tem uma estrutura educacional “contida” em quantidade: um ‘Cmei’, uma escola municipal e outra estadual. Isso não significa que os estudos por lá deixem a desejar. 
Prova disso foi a nota alcançada pelos alunos da Escola Municipal Henrique Kryger, que atende do 1º ao 5º ano, na Prova Brasil, do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), de 2019. Os pequenos atingiram a média 7,1, a maior entre as 20 cidades que compõem a região administrativa da Cantuquiriguaçu. 
Para a secretária de Educação de Virmond, Estela Fedrecheski, a dedicação de 
equipe pedagógica, direção e professores têm com os alunos. “O Ideb de Virmond nunca subiu tanto como agora. Desde que entrei na secretaria, busco esse avanço na educação da cidade. Se os professores forem bem atendidos, os alunos também serão. Investimos em aulas de reforços e nas turmas. Quando há necessidade, implantamos estagiários para auxiliarem os professores, oferecemos aulas em contra-turno e acredito que o segredo deste sucesso está no empenho de toda a comunidade escolar, desde merendeiras, “tias da limpeza”, motoristas de ônibus e inspetores”, diz. 

A Escola Henrique Kryger recebe cerca de 300 alunos, vindos da área urbana e de todas as outras comunidades do interior. 13 professoras trabalham por lá e, no 5º ano, série em há a aplicação de dois em dois anos da Prova Brasil, as responsáveis são Eliane Severiano, Rosana Scherba e Iracema Carus. 
Iracema leciona há 33 anos e diz que este é um resultado construído por todos os professores da escola. “O trabalho é um conjunto de todos os profissionais que trabalham com esses alunos. Mérito também para esses alunos, que compraram a persistência e a cobrança feita pela equipe do Henrique Kryger. Estou orgulhosa”. 

“Temos que prezar com a qualidade da educação desde os primeiros anos. Sempre estamos dispostos a apoiar ideias que os professores buscam para mostrar o potencial dos alunos. Aproximação da família com a escola também é fundamental. Tornar-se referência no ensino da região nos trás uma sensação ótima e um sentimento de realização”, argumenta a diretora da Escola, Luciana Grade. 



Goioxim
Outro destaque da lista foi o município de Goioxim. Com 4,6 pontos em 2017, ele atingiu 5,8 na última avaliação e postulou como 1º colocado em nível de crescimento – 1,2 pontos.
Na contramão, ninguém regrediu em nota. Candói foi único a estagnar: manteve os 5,5 pontos de 2017. 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail