Guarda Municipal é morto em Foz do Iguaçu por festa temática do PT

Um homem desconhecido invadiu a festa e assassinou o aniversariante

Na noite deste sábado (9) em Foz do Iguaçu, Marcelo Arruda, foi assassinado a tiros em sua festa de aniversário de 50 anos. Marcelo era tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) local. O agressor, um policial penal federal também foi baleado.

Desconhecido de todos, o agressor teria entrado no local armado e gritando “aqui é Bolsonaro”, e acabou baleando Marcelo, que era guarda municipal revidou, atingindo o homem com três disparos. Os dois foram socorridos e encaminhados para atendimento hospitalar. Marcelo não resistiu e faleceu, enquanto Jorge está hospitalizado com morte cerebral.

Dados da Polícia e de testemunhas

Conforme a Polícia Militar que ouviu relato das testemunhas, Marcelo Arruda comemorava seu aniversário com uma festa temática sobre o PT, com cerca de 40 convidados. Em determinado momento o agente penitenciário teria invadido o local de carro. Ele estaria acompanhado de uma mulher e uma criança pequena.
Marcelo e outros presentes teriam pedido para o invasor retirar-se do local. Uma testemunha ressaltou em suas redes sociais que após uma rápida discussão esse desconhecido sacou a arma e ameaçou a todos, logo depois saiu dizendo que voltaria para matar todo mundo. “Óbvio que ninguém deu muita importância, mas o Marcelo falou vai que ele volta, por via das dúvidas vou pegar minha arma no carro”.
Ainda conforme relatos, o aniversariante demonstrou receio pelo retorno do agressor e quando resolveu buscar a sua arma foi surpreendido com o retorno do agente penitenciário, desta vez sozinho, cerca de 20 minutos após a primeira investida.
No Boletim de Ocorrência consta que a esposa de Marcelo, policial civil, teria de imediato se identificado para o indivíduo armado e Marcelo também sacou sua arma de fogo e se identificou como guarda municipal. Mas Jorge ignorou e nesse momento efetuou os dois primeiros disparos, acertando Marcelo, que revidou imediatamente, efetuando vários disparos contra Jorge.
Marcelo foi guarda municipal por quase 30 anos, diretor do Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu (Sismufi) e tesoureiro do PT local. Nas eleições de 2020 foi candidato a vice-prefeito de Foz pelo Partido dos Trabalhadores.

Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades

 |   |   |   | 

Fique por dentro de todas

Se inscreva e receba as melhores notícias do Correio do Povo direto no seu e-mail